“Renascer Carregal” arrancou a 15 de outubro

Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural associou-se à iniciativa.

Um ano volvido sobre os incêndios que fustigaram a região, o Concelho de Carregal do Sal começou a renascer em área agroflorestal.

A isso fez referência o edil carregalense, Rogério Mota Abrantes, ao dirigir-se às entidades e pessoas que se associaram à iniciativa “Renascer Carregal”, cujo pontapé de saída aconteceu na manhã do dia 15 de outubro, no baldio de Fiais da Telha, junto ao Estádio das Gândaras.

Uma manhã de reflorestação a que o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas não ficou indiferente. O representante do Governo disse “presente”, plantou e congratulou a Câmara Municipal pela iniciativa e todos quantos se associaram a ela destacando as forças da proteção civil – Bombeiros Voluntários de Cabanas de Viriato e de Carregal do Sal (direção e comando); Cruz vermelha Portuguesa de Oliveira do Conde; GIPS (3.ª Companhias de Intervenção de Proteção e Socorro); CODIS.

A ação contou ainda com a participação dos deputados José Rui Cruz e Lúcia Silva; do Presidente e diversos membros da Assembleia Municipal de Carregal do Sal; dos elementos do executivo municipal carregalense; das Juntas de Freguesia de Oliveira do Conde, Cabanas de Viriato e Carregal do Sal; da Chefe de Gabinete do Secretário de Estado da Internacionalização; do Provedor do Munícipe de Carregal do Sal; de representantes do ICNF, do Núcleo de Proteção da Natureza de Santa Comba Dão; do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal (uma turma do 10.º ano e a turma do ensino especial, acompanhadas pelas professoras); do Equipamento 2 de Oliveira do Conde da APCV, das associações Solo Vivo e APFPB (gestoras das duas ZIF do Concelho) e do gerente da empresa Viveiros Valter.

De mangas arregaçadas e envergando uma t-shirt e boné alusivos à iniciativa, os participantes puseram mãos à obra e, mesmo com o São Pedro a dar o ar da sua graça, plantar cerca de 1500 árvores, entre carvalhos e pinheiros mansos (a grande maioria).

A iniciativa marcou o início de diversas ações de reflorestação que oportunamente se vão realizar em solos similares, nas restantes freguesias do Concelho.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies