Quedas de árvores e estruturas à passagem da tempestade Leslie por Viseu

Resposta pronta do dispositivo operacional municipal permitiu atenuar constrangimentos causados pela intempérie. Não foram registados danos pessoais. Distrito foi muito afetado também, como a imagem ilustra.

Mais de sete dezenas de quedas de árvores resultaram da passagem da tempestade Leslie por Viseu, de acordo com os dados atualizados, às 9h30 deste domingo, pelos serviços municipais de Proteção Civil.
O balanço provisório da intempérie, da qual não resultaram danos pessoais, aponta ainda para 73 ocorrências relativas a queda de elementos de construção em estruturas edificadas.
O dispositivo operacional envolvido nestas ocorrências contou com 16 bombeiros municipais, 29 bombeiros voluntários, 2 policias municipais, 5 sapadores florestais do Município de Viseu, além de efetivos da PSP e GNR.
A resposta imediata da Proteção Civil municipal, bem como de outros serviços da autarquia, permitiu atenuar os constrangimentos causados pela tempestade.
“Quero destacar a resposta pronta, competente e solidária dos serviços municipais e da Proteção Civil e o comportamento cívico e responsável dos viseenses”, salienta o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques.

Nota da CM de Viseu

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies