Autarquia de Viseu aprova protocolos com entidades vencedoras do Orçamento Participativo

Concedido um apoio de 95 mil euros a quatro projetos, três na área da Saúde e um na área Social

O Executivo Municipal aprovou esta quinta-feira a assinatura de protocolos com quatro entidades vencedoras do Orçamento Participativo 2017 – o primeiro dedicado à comunidade escolar. Em causa está um apoio de 95 mil euros a quatro projetos, três na área da Saúde e um na área Social.

O Município atribui 25 mil euros aos projetos “OLHAR+ para quem cuida”, “Pequenos Grandes Sorrisos” e “Combate Socioeducativo ao Isolamento da pessoa idosa & Contra a solidão sénior”, e 20 mil euros ao projeto “Qualidade de Vida até ao Final”.

O projeto “OLHAR+ para quem cuida”, da Escola Superior de Saúde, visa o apoio formativo e informativo aos cuidadores de pessoas cuja situação de saúde as torna dependentes.

Já a ideia “Pequenos Grandes Sorrisos”, do Centro Regional de Viseu da Universidade Católica Portuguesa, propõe uma intervenção vocacionada para a promoção da saúde oral, que visa o tratamento dentário e a formação de crianças e jovens carenciados.

Ainda na área da Saúde, o projeto “Qualidade de Vida até ao Final”, promovido pela Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares de Viseu, visa a prestação de apoio a doentes em situação terminal, mas também aos seus familiares e amigos.

Na área Social, o projeto formulado em simultâneo pela Escola Superior de Educação de Viseu e a Universidade Católica Portuguesa, intitulado e “Combate Socioeducativo ao Isolamento da pessoa idosa & Contra a solidão sénior”, tem como objetivo central a promoção da inclusão social das pessoas seniores que se encontrem sozinhas no concelho de Viseu.

Este que foi o 1º Orçamento Participativo Jovem Escolar de Viseu teve 12 ideias vencedoras, entre 62 em competição, e 8313 votos. No total, o Município de Viseu financiará estes projetos com 254 mil euros.

Câmara de Viseu apoia visitas de estudo

O Executivo Municipal de Viseu aprovou ainda a celebração de acordos de colaboração com os cinco agrupamentos escolares do Município, com vista à realização de visitas de estudo no ensino pré-escolar e 1.º ciclo.

O apoio do Município traduz-se num valor global de 69.885 euros, valor esse que é calculado tendo por base o apoio de 15 euros por criança.

Com esta nova metodologia de apoio, cada agrupamento tem a liberdade para, de acordo com o seu projeto educativo e plano de atividades, escolher as visitas que entendam mais adequadas. Facilita, por outro lado, a gestão orçamental de cada escola, uma vez que os seus dirigentes sabem qual o montante que lhes cabe logo no início do ano escolar.

“É mais justo a atribuição de um valor fixo por aluno. Assim, as escolas sabem com o que podem contar e, por elas próprias, decidirem os locais e número de visitas e efetuar durante o ano letivo”, refere a Vereadora com pelouro da Educação, Cristina Brasete.

Ainda de acordo com a Vereadora da Educação, “esta é também uma forma aprofundar a articulação e relação de proximidade com os agrupamentos de escolas”.

Os valores a atribuir com estes acordos de colaboração são semelhantes aos gastos no ano letivo anterior por agrupamento de escolas.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies