O que doar ao Museu Aristides Sousa Mendes?

Os habitantes de Cabanas de Viriato juntaram-se para partilhar memórias do antigo cônsul português em Bordéus que salvou milhares de judeus.

A população de Cabanas de Viriato, em Carregal do Sal, no distrito de Viseu, juntou-se no fim de semana para partilhar as suas memórias sobre Aristides de Sousa Mendes, o antigo cônsul português em Bordéus que salvou milhares de judeus do extermínio por parte do regime nazi, durante a Segunda Guerra Mundial.

Durante dois dias, várias pessoas recordaram a uma equipa de investigadores do Instituto de História Contemporânea o que sabiam e o que tinham ouvido falar do ex-diplomata, numa iniciativa promovida pela Fundação Aristides de Sousa Mendes. Foi feita uma recolha das histórias, mas também de documentos, como fotografias, para integrar o futuro museu dedicado à vida e obra do homem que é descrito pelos judeus como justo.

António Pedro de Moncada de Sousa Mendes, neto do antigo diplomata, foi um dos que fez questão de estar presente. À TSF recordou os afetos e destacou o legado do homem que passou milhares de vistos às vítimas do nazismo.

Já Maria Gracinda Aguiar destacou os encontros que Aristides manteve com o avô numa pastelaria em Viseu, onde ela também esteve presente sem saber quem ele era e o que tinha feito. Lembra-se que o antigo cônsul “era uma pessoa elegante”, mas que vivia na “miséria”. Por ter desafiado as ordens de Salazar, acabou na pobreza.

Com a recolha de memórias de Aristides de Sousa Mendes, realizada no fim de semana, a Fundação com o mesmo nome quis destacar a vida do homem que ficou célebre, ainda que só mais recentemente, pelo trabalho humanitário que promoveu.

Estes contributos da população vão ser parte integrante de um museu que vai ser criado na Casa do Passal, a antiga habitação do diplomata – que há uns anos ameaçava ruir, mas que entretanto viu recuperados o telhado e as paredes exteriores. Por arranjar está o interior, para onde está projetado um espaço museológico, que pretende funcionar em articulação com as escolas para promover a educação sobre os direitos humanos.

Fonte : TSF