E os melhores caracóis são do Café Veneza (Carregal do Sal) …

Mesmo no centro da vila, junto aos Paços do Concelho, António Borges, replica, há décadas, uma receita que aprendeu em Lisboa, dos típicos caracóis de Verão. Natural de Fiais da Telha, diz-nos que os compra “vivos em sacos de plástico” e não em balde. Após muitas lavagens,  aplica-lhe um tempero único, com grande intensidade, onde se destaca o alho e os oregãos. Provámos e aprovámos e estes são sem dúvida os melhores caracóis que até hoje saboreámos. A imperial é também irrepreensível.

A época do caracol terminou para o Café Veneza, mas fica a dica para o próximo Verão.