Parque Natural da Serra da Estrela consumido pelas chamas. Incêndio tem três frentes ativas

Imagem de Arquivo

Mais de 350 elementos, apoiados por cerca de 120 veículos e dois meios aéreos, continuam este sábado de manhã a combater as chamas em Seia, no distrito da Guarda, de um incêndio que deflagrou na sexta-feira à tarde. De acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, em declarações à Lusa, pelas 08h20 de hoje, o incêndio mantinha três frentes ativas, que estavam a ser combatidas por 370 elementos, apoiados por 122 veículos e dois meios aéreos. Por essa hora, segundo a mesma fonte, estavam já mobilizados mais quatro meios aéreos para aquele fogo. Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, pelas 03h15 o incêndio permanecia ativo “com três frentes”. Pelas 23h05, de sexta-feira, o incêndio tinha também três frentes ativas e cerca de 395 operacionais, apoiados por 129 viaturas combatiam as chamas. De acordo com fonte do Comando Distrital da Guarda, os bombeiros estão ainda a mobilizar mais meios dada a natureza do local. Fogo deflagrou numa zona de mato e está a preocupar devido à rápida propagação. O terreno acidentado está a dificultar o combate às chamas que continuam sem colocar povoações em perigo. O fogo começou cerca das 16h13 de sexta-feira, numa zona de povoamento florestal, em Fontão, Loriga, no concelho de Seia, no distrito da Guarda.

Lusa

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies