Viseu. Almeida Cunha & Chaves investe 1,3 milhões em inovação produtiva

Empresa Almeida Cunha & Chaves investe 1,3 milhões de euros no processo de inovação produtiva. Projeto acompanhado pelo Gabinete do Investidor do Município aprovado em reunião de câmara

O Executivo Municipal aprovou esta quinta-feira, 23 de agosto, em reunião de câmara, o incentivo ao investimento à empresa Almeida Cunha & Chaves Lda., no âmbito do programa municipal Viseu Investe.

Este investimento surge no âmbito do processo de inovação produtiva desta empresa, em Cavernães, que na prática resulta na ampliação das instalações para a produção de painéis e lages alveolares pré-fabricadas em betão, com a introdução de novos produtos, como seja blocos para paredes exteriores com isolamento térmico, ou blocos para paredes interiores com maior leveza, ou maior isolamento acústico.

O investimento global em instalações e equipamento atinge 1,3 milhões de euros e implica a criação de 5 novos postos de trabalho, o que representa um crescimento superior a 25% dos colaboradores permanentes da empresa.

O apoio aprovado no âmbito do Viseu Investe atinge os 75% de devolução fiscal durante um período de 3 anos.

O apoio a esta empresa surge uma semana depois do grupo M Cunha, especializado na área da distribuição alimentar, ter aberto o seu oitavo Cash & Carry do país, no Parque Industrial de Coimbrões, em Viseu. Tratou-se de um investimento rondou 1,5 milhões de euros e que resultou na criação de mais de duas dezenas de postos de trabalho.

Contas feitas, nos últimos cinco anos foram investidos em Viseu, e acompanhados pelo nosso Gabinete do Investidor, cerca de 174 milhões de euros que geraram mais de 1.500 novos postos de trabalho.

Cemitério de Vila Chã de Sá vai ser ampliado

Na reunião do Executivo foi ainda aprovada a ampliação do cemitério de Vila Chã de Sá, respondendo, desta forma, ao problema de falta de espaço na atual estrutura.

A intervenção encontra-se dimensionada para satisfazer a mortalidade esperada dentro dum prazo de 38 anos – por um lado, aumenta a área de cemitério de sepulturas, por outro melhora as condições existentes no espaço atual.

A ampliação será feita para o lado sul, adjacente ao cemitério existente e o espaço edificado terá uma área total de 975 m2. Prevê ainda a construção de uma nova entrada.

Com esta intervenção, o cemitério passa a ter 211 campas, 6 jazigos edificados no local, possibilitando a diferença de cota entre os dois patamares –  o velho e a ampliação.

Será ainda construído um edifício para arrumos e também um edifício para 18 gavetões.

Na zona antiga do cemitério, a intervenção prevê a pavimentação de passeios e a criação de casas de banho.

Com vista à realização desta obra, a Câmara aprovou a celebração de um contrato programa de apoio financeiro com a União de Freguesias de Faíl e Vila Chã de Sá no valor de 288 mil euros.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies