MAAVIM acusa : “Ministério da Agricultura baralha-se com os milhões”

Após comunicado do Ministério da Agricultura, verificámos que, se por um lado o mesmo vem comprovar o que dizemos à meses acerca da propaganda dos milhões anunciados para apoio aos Lesados dos Incêndios de Outubro, também demonstra que têm andado a enganar o país.

Ora vejamos:

– a 2 de Maio de 2018 o Sr. Ministro em Góis diz para a Sic, que já pagaram mais de 70 milhões de euros, diz para a Cmtv que já pagaram mais de 90 milhões de euros;

– a 16 de Maio de 2018 o mesmo Sr. Ministro diz na Assembleia da Republica que já pagaram 91,7 milhões de euros;

– a 26 de Junho de 2018 é publicado uma lista onde aparecem valores de apoio de 82,06 milhões de euros;

– a 22 de Agosto o Ministério da Agricultura faz um comunicado a dizer que pagou 66 milhões de euros.

Teríamos muitas mais comunicações com vários milhões, inclusivé os que supostamente foram dados pela União Europeia para ajuda imediata aos Lesados.

Depois de o Ministério vir assumir que tem mentido ao país, vamos solicitar ainda hoje, uma audiência urgente na Assembleia da Republica, na comissão competente, para que o Sr. Ministro efetivamente diga a verdade dos apoios pagos até ao momento aos Lesados dos Incêndios de Outubro.

Aproveitamos esta nota, para reforçar que a Assembleia da Republica recomendou ao governo e por sua vez ao Ministério da Agricultura a abertura dos apoios agrícolas a mais de 3000 pessoas que não tiveram direito a candidatarem-se ou refazerem os seus pedidos por diversos motivos, inclusive de concelhos como o de Mação que foi fustigado pelos incêndios de 2017.

Deve o Ministério da Agricultura, reabrir as plataformas urgentemente com medidas práticas para o terreno.

Deve o Minsitério mostrar de que concelhos são os “agricultores” apoiados, na lista divulgada no portal do IFAP, e refazer as contas: do “pago”, dos cortes e dos apoios aprovados.

Acontece que mais de 300 dias após os Incêndios de Outubro, continuam milhares de famílias e agricultores sem nada, na miséria e o território ficou completamente destruído.

Também os novos parques de receção de madeira e as medidas para a Floresta, estão sem se ver no terreno.

Agradecemos a todos os movimentos, associações e comissões que se têm juntado a nós nos últimos meses, para que os Lesados dos Incêndios de Outubro e também os de outros Incêndios tenham ajudas reais e efetivas, em vez de programas de apoio, que mais não são propaganda.

https://www.tsf.pt/politica/interior/ministro-revela-dados-sobre-apoios-a-agricultores-e-exige-pedido-de-desculpas-9345811.html

 

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies