Dão conquista cinco medalhas no maior concurso de vinhos de Portugal e Espanha

O Gran Arribe de Oro 2018, vinho com a máxima pontuação, foi entregue a Palo Cortado de la Cruz de 1767, das Bodegas Arfe; um vinho generoso da Denominação de Origem de Jerez que alcançou os 97,17 pontos.

Além dos prémios gerais, nesta XIV Edição, o renomado Concurso Internacional deu seguimento à II Edição em feminino, prémios estes que serão publicados na semana de 20 de Agosto.

A FIJEV (Federación Internacional de Periodistas y Escritores del Vino) da qual participaram um total de 9 membros componentes das mesas de prova 2018, continuando também a entregar prémios especiais para os vinhos mais pontuados de Espanha, Portugal e das Arribas.

A novidade de 2018 incluía uma nova Categoria X: Vinhos de Alta Expressão ou de Autor, que receberá um prémio especial, assim como o Galardão de Melhor Desenho Corporativo, este ultimo apenas será conhecido na Gala de Entrega de Prémios que será celebrada dia 17 de novembro em Pinhel (Portugal), coincidindo com a Feira Beira Interior: Vinhos e Sabores.

O Comité de Prova 2018 foi composto por um total de 30 provadores, presididos pela ilustre Isabel Mijares e, dos quais, 60% compõem o Júri que entrega os Prémios em feminino.

VinDuero-VinDouro, o maior certame Internacional de Vinhos de Espanha e Portugal, revela os resultados do seu Concurso 2018, XIV Edição dos Prémios, através da sua página web: www.premiosvinduero.com, onde poderá fazer o download do Palmarés em PDF enquanto os Guias dos Melhores Vinhos de Espanha e Portugal não se encontram disponiveis.

Os Prémios VinDuero-VinDouro posicionam-se mais um ano como um dos Certames de referência a nível internacional. Um prestigiado e consolidado evento que, através de um Painel de Prova do mais alto nível, valoriza ano após ano os melhores vinhos de ambos os países.

Uma vez mais, depois de 14 anos de caminhada, os Prémios VinDuero-VinDouro celebraram as provas num enclave excecional, em Trabanca, uma localidade no munícipio de Salamanca, situada em plena fronteira das Arribas do Douro, durante os dias 1, 2 e 3 de agosto. Nesta décima quarta edição do concurso participaram mais de 500 vinhos procedentes de mais de 50 menções geográficas de Espanha e Portugal, sendo entregues um total de 56 Medalhas de Ouro e 91 Medalhas de Prata.

O Gran Arribe de Oro, o maior Galardão do Concurso, entregue ao vinho com 94 ou mais pontos, foi ganho por Palo Cortado de la Cruz de 1767, um vinho da Denominação de Origem de Jerez, produzido pelas Bodegas Arfe e merecedor deste Galardão, somando um total de 97,17 pontos.

Por outro lado, a Menção Geográfica com mais Medalhas foi a DOC Portuguesa Beira Interior, com 7 Medalhas de Ouro, onde se destaca o tinto Don Manuel I, da Adega Cooperativa de Pinhel, merecedor de um Ouro com 93,17 pontos e um total de 17 Pratas, com especial menção para o tinto Almeira Garret Selecta, de Almeida Garret Wines, com um total de 88,12 pontos, fruto do aumento do número de adegas participantes do país luso e claro, do excelente trabalho que têm vindo a realizar.

Cabe recordar que o Regulamento dos Prémios VinDuero-VinDouro estabelece os seguintes prêmios:

  • Gran Arribe de Oro, é um prémio único entre todos os vinhos a concurso, o vinho que maior pontuação tenha obtido de todas as categorias e que se encontre sempre acima de 94 pontos.
  • Arribe de Oro, é atribuído a vinhos que obtenham 90 ou mais pontos.  
  • Arribe de Plata, é entregue a todos os vinhos que obtenham desde 85 e menos de 90 pontos.

Prémios Especiais:

  • Prémio FIJEV para os melhores vinhos de Espanha, Portugal e do Território das Arribas. Neste concurso paralelo aos Prémios Gerais, a Federación Internacional de Periodistas e Escritores del Vino (FIJEV),  em nome da vice-presidente María Isabel Mijares e dos membros Miguel Ángel Martín, Arturo Blasco, József Kosarka, Ernesto Gallud, Mar Galván, Cristina Tierno, Carmen Garrobo, anunciaram que a FIJEV atribuirá no Concurso Prémios VinDuero-VinDouro 2018 três prêmios especiais, ao Vinho com melhor pontuação de Portugal, que foi para o tinto Julio B. Bastos Grande Reserva, da D.O, Alentejo, produzido pela Adega Dona Maria – Julio Bastos (94,50 pontos), ao Vinho com melhor pontuação de Espanha, que será entregue a Palo Cortado de la Cruz de 1767, um tinto da D.O. Jerez, produzido pelas Bodegas Arfe (97,17 pontos) e ao Vinho com mais pontos das Arribas, que será entregue à Bodega Ribera de Pelazas com o vinho Abadengo Roble 2016 (85,30 pontos)
  • Menção Especial ao vinho de Alta Expressão ou de Autor com maior pontuação.

Nesta nova Categoria X, incluída como novidade este ano, destacou-se o espumante Cabanal Ancestral 2017 da Bodega Agrícola de Barberá com um total de 92,00 merecidos pontos.

 

  • Prémio de Melhor Desenho Corporativo.

Galardão especial que se dá a conhecer durante a Gala de Entrega dos Prémios.

Em 2018 o concurso Prémios VinDuero-VinDouro estabeleceu uma nova Categoría X: Vinhos de Alta Expressão ou de Autor, organizando assim os vinhos participantes num total de 10 categorias.  

  1. Vinhos Espumantes, Champanhe
  2. Vinhos brancos sem envelhecimento em madeira
  3. Vinhos brancos com envelhecimento em madeira
  4. Vinhos rosés
  5. Vinhos tintos sem envelhecimento
  6. Vinhos tintos com envelhecimento em madeira inferior a 6 meses
  7. Vinhos tintos com envelhecimento em madeira de 6 a 14 meses
  8. Vinhos tintos com envelhecimento em madeira superior a 14 meses
  9. Vinhos de licor e doces
  10. Categoría X: Vinhos de alta expressão ou de autor.

No total, as denominações que obtiveram galardões foram:

  • Beira Interior: 24 medalhas (7 ouros e 17 pratas).
  • Douro: 18 medalhas (7 ouros e 11 pratas).
  • Rias Baixas: 10 medalhas (3 ouros e 7 pratas).
  • Ribera del Duero: 9 medalhas (3 ouros e 6 pratas).
  • Bairrada: 8 medalhas (3 ouros e 5 pratas).
  • Rioja: 7 medalhas (3 ouros e 4 pratas).
  • Dão: 5 medalhas (3 ouros e 2 pratas).
  • Arribes: 6 medalhas (pratas).
  • Tras-Os-Montes: 5 medalhas (3 ouros e 2 pratas).
  • Tierra de León: 5 medalhas (1 ouro e 4 pratas).
  • Bierzo: 4 medalhas (1 ouro e 3 pratas).
  • Alentejo: 3 medalhas (2 ouros e 1 prata).
  • Rueda: 3 medalhas (1 ouro e 2 pratas).
  • Toro: 3 medalhas (1 ouro e 2 pratas).
  • Vinos de Madrid: 2 medalhas (ouros).
  • Cigales: 2 medalhas (1 ouro e 1 prata).
  • IGP de Castilla: 2 medalhas (ouro e prata).
  • IGP de Castilla y León: 2 medalhas (ouro e prata).
  • Málaga y Sierra de Málaga: 2 medalhas (1 ouro e 1 prata).
  • Ribeira Sacra: 2 medalhas (1 ouro e 1 prata).
  • Ribeiro: 2 medalhas (pratas).
  • Campo de Borja: 2 medalhas (pratas).
  • Granada: 2 medalhas (pratas).
  • Denominações de Origem com uma medalha: Almansa, Arlanza, Txakoli de Bizkaia, Cava, Conca de Barberá, Jerez, Jumilla, La Mancha, Lanzarote, Manchuela, Méntrida, Ribera del Guadiana, Uclés, Utiel-Requena, Valdeorras, Valles de Benavente y Laujar-Alpujarra.

Uma vez mais os membros do júri são profissionais de reconhecido prestígio no setor vitivinícola com um currículo internacional, procedentes de 7 países diferentes (Espanha, Portugal, Hungria, China, França, Itália e Uruguai) conseguindo assim elevar o prestigio dos PRÉMIOS VINDUERO-VINDUERO.

Os trinta provadores do Comité de Prova 2018 foram:  

CATADOR
ABILIO GONÇALVES Enólogo e proprietário da tanoaria J.M. Gonçalves
ADELA VISCAY Técnica de laboratório e análise sensorial na Bodega Ribera de Pelazas. Produtora de Vinhos.
AIPING CHEN LIU Empresária comercial importação-exportação de vinhos
ALEXANDRA SILVA Enóloga. Produtora de vinhos. Especialista em marketing de produtos vitivinícolas.
ALMA GARCÍA Enóloga e gerente de produção em The Haciendas de España.
ANA ALONSO DE LETAMENDIA Jornalista gastronómica. Membro da Real Academia de Gastronomía.
ANA URBANO Engenheira Agrícola com pos-graduação em enología. Enóloga responsável de Vinhos do Porto – Caves Messias.
ARMINDA FERREIRA Enóloga em Aliança Vinhos de Portugal
ARTURO BLASCO Engenheiro Técnico Agrícola e licenciado em enología. Mestre em Direção de Marketing e Vendas
CARMEN GARROBO Sumiller. Mestre em viticultura e enología.
CARLA TIAGO Bioquímica. Trabalha na Quinta de S. Luiz – Sogevinus Fine Wines
CARLOS GALLEGO Encarregado do C.R.D.O. Toro. Consultor de adegas. Escritor
CRISTINA TIERNO Experta en Marketing del Vino y Gastronomía, Sumiller y Master en viticultura y Enología
ERNESTO GALLUD Director-geral AEPEV. Diretor Alamesa. Presidente e provador em concursos. Jornalista freelance. FIJEV
HELENA MIRA Professora na Escola Superior Agraria de Santarém. Mestre em Tecnología Alimentar.
INÉS SALAS Engenheira Agrícola e Enóloga. Presidente da Rota do Vinho de Cigales e enóloga nas Adegas Hijos de Félix Salas.
ISABEL MIJARES Química e Doutorada em Enologia. Especialista em Análise Sensorial. Consultora Técnica Principal da ONU no âmbito vitivinícola. Coordenadora do Guia Repsol. Vice-presidente da FIJEV
JOSÉ IGNACIO MARQUÉS Engenheiro Técnico Agrícola. Diretor Técnico do C.R.D.O. Arlanza. Viticultor
JÓZSEF KOSARKA Professor da Academia do Vinho da Hungria. Jornalista de Vinho. Membro da Junta da Associação de Sumilleres da Hungria.
JULIO GALLO Enólogo e viticultor na Adega Ribera de Pelazas.
MANUEL HERRERA Sumiller. Elaborador de vinhos em Finca Herrera. Empresária de hotelaria. Assessoria e Formação.
MAR GALVÁN Licenciada em Enologia e Engenharia Agro-Alimentar. Engenheira Agrónoma. Sumiller e analista agro-alimentar. Elaboradora e Consultora. Jornalista de Vinhos.
MIGUEL ÁNGEL MARTÍN Diretor da página Aula de Cata “Enoprova.com”. Vicepresidente AEPEV e articulista emwww.elcorreodelvinho.com y www.elsumiller.com. FIJEV.
MISERICORDIA BELLO Sumiller e diplomada em protocolo. Presidente da D.O. Bierzo. Gerente de Adega.
OSVALDO AMADO Enólogo Diretor da Dão Sul / Grupo Global Wines. Elaborou vinhos em Espanha, Itália, Africa do Sul e atualmente no Brasil. Em Portugal trabalha nas principais regiões como por exemplo o Dão, Bairrada, Douro, Verdes e Alentejo. Vencedor do prémio Top Winemaker 2014 no concurso WMC 2014.
PATRICIA DOS SANTOS Licenciada em Enología. Enóloga consultora nas adegas do Dão e Beira Interior. Formadora.
RICARDO VELASCO Licenciado en Enología. Engenheiro Técnico Agrícola e especialista em viticultura. Director Técnico nas Bodegas Valtravieso.
RODOLFO QUEIRÓS Engenheiro agrícola. Director Técnico de C.R. de Beira Interior. Formador.
SANDRA SOUSA Licenciada em Enología. Enologa-Consultora nas Adegas Amável Costa (Porto).
VÍCTOR FERNÁNDEZ Engenheiro Agrónomo. Enólogo. Enólogo na Bodega San Román (Toro) e Bodegas Paixar (Bierzo). Provador certificado (ENAC)
YVES VÉRINE Profissional independente do mundo do vinho. Provador e assessor da Guia Repsol. FIJEV.

A Associação VinDuero-VinDouro, organizadora do certame, agradece a todas as adegas participantes e aos Conselhos Reguladores das Denominações de Origem o seu apoio e confiança prestada a este prestigiado Certame e celebrará com todos os premiados uma Gala de Entrega de Prémios que será celebrada uma vez finalizadas as vindimas, dia 17 de novembro no localidade lusa de Pinhel, coincidindo com a afamada Feira Beira Interior: Vinhos e Sabores.

Continuamos a trabalhar para valorizar a qualidade e o esforço que a cada ano os profissionais da viticultura fazem para oferecer aos consumidores vinhos de excelente qualidade.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies