Vinhas da Quinta do Margarido (Oliveira do Hospital) devastadas por doenças e calor

“Depois do fogo de 15 de Outubro, foi o míldio de Maio/Junho e agora as altas temperaturas de Agosto. A vinha ficou no estado que a imagem ilustra. Vindima feita com 95% de quebra na produção”, conta o produtor na sua página na rede social Facebook, naquele que é mais um exemplo eloquente da devastação da colheita 2018, um pouco por toda a região do Dão.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies