Covercar : Advogadas propõem a trabalhadores não receberem subsídio de deslocação

Um dos trabalhadores que se encontram efetivo na Covercar (transitou das antigas instalações na ZI de Nelas para a ZI da Ribeirinha em Canas de Senhorim), relatou ao nosso jornal mais uma inusitada situação, que dá razão às denúncias recentes do Bloco de Esquerda, na base de uma pergunta feita ao Governo, de que a empresa Espanhola incumpre em toda a linha com os trabalhadores, em matéria de legislação laboral.

O Grupo Parlamentar dos Bloquistas, denuncia na questão colocada em Governo, a seguinte situação : “Em maio de 2017, houve uma deslocalização da empresa para as novas instalações, portanto a produção deixou de ser na vila de Nelas e passou a ser em Canas de Senhorim, o que obrigou a maioria dos/as funcionários/as a realizar uma deslocação diária de, em média, cerca de 20 quilómetros por dia. Mas também neste caso, de acordo com as informações que nos foram transmitidas, a empresa recusa-se a pagar as compensações a que os trabalhadores têm direito, designadamente, os 36 cêntimos por quilómetro relativos à distância das novas instalações”.

De acordo com o relato de alguns trabalhadores, terá alegadamente existido, em setembro de 2017, uma inspeção da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), que detetou a situação e impôs à empresa o cumprimento  desta e de outras obrigações. O trabalhador mencionado, conta-nos agora que a empresa, através de duas advogadas de Nelas, de um conhecido escrítório de advocacia que representa a empresa em Portugal, terá alegadamente proposto aos trabalhadores um acordo em que estes prescinderiam da referida compensação pela deslocação para as novas instalações, a partir de Maio de 2017. A mesma fonte indica-nos que os trabalhadores não terão aceite esta proposta, feita à revelia dos seus direitos laborais.

O nosso jornal contactou, via correio eletrónico, mais uma vez a empresa para prestar esclarecimentos. Até ao momento não recebemos qualquer resposta.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies