Fernando Tavares Pereira assume candidatura à presidência do Sporting

Lusa 27 de junho de 2018 às 23:29
A candidatura vai ser apresentada na próxima quarta-feira, em Coimbra, e a lista conta com a presença do ex-presidente da Câmara de Loures, Carlos Teixeira, o ex-secretário de Estado Rui Barreiro e o antigo campeão mundial de kickboxing Fernando Fernandes, afirmou Fernando Tavares Pereira, que, além de empresário, é presidente do Movimento Apoio a Vítimas dos Incêndios de Midões, que surgiu na sequência dos fogos de 15 de Outubro.

Com o lema “Unidos Venceremos”, Fernando Tavares Pereira referiu que pretende criar uma lista de “pessoas que não se sirvam do Sporting, mas que sirvam o Sporting”, por forma a dar a “credibilidade e estabilidade necessárias”.

Sobre a actual comissão de gestão do clube e do facto de Sousa Cintra liderar a SAD do Sporting, Fernando Tavares Pereira acredita que está a ser feito “o melhor para o Sporting”.

“O futuro do Sporting passa por estes dois meses. A comissão tem que ser coerente, ordenada e organizada e pensamos que esta comissão vai ter tudo isso para que possamos ter um Sporting com futuro e forte”, vincou, considerando que é necessário respeitar a comissão de gestão do clube criada após a destituição de Bruno de Carvalho.

Sobre o antigo presidente do Sporting, Fernando Tavares Pereira referiu que votou nele e que é preciso reconhecer e “dar valor ao que fez bem”. “Bruno de Carvalho fez um bom trabalho quando entrou. Não há dúvidas”, frisou, sublinhando, porém, que também é preciso reconhecer o “que fez de mal”.

A fase final da presidência “foi um desastre para o Sporting e, se não fosse isso, não entraria nesta corrida”, disse.

Fernando Tavares Pereira é natural de Tábua, distrito de Coimbra, e é empresário nas áreas do turismo, agricultura, metalomecânica, entre outras, empregando mais de 600 funcionários, informou.

O antigo presidente do Sporting Sousa Cintra assumiu a liderança da SAD, por indicação da Comissão de Gestão que lidera o clube, em substituição do Conselho Directivo presidido por Bruno de Carvalho, destituído por decisão da maioria dos sócios que votaram em Assembleia Geral extraordinária.

Sousa Cintra assegura as funções até às eleições para os órgãos sociais do clube, previstas para 8 de Setembro.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies