Lapa do Lobo : Festas de Santo António com muitas novidades

Imagem de Arquivo

“A marcha de Santo António deste ano tem como tema a música”, revela ao nosso jornal Catarina Fonseca da Comissão Organizadora, que nos remeteu, para levantar o véu, um excerto de uma das canções que vão animar este grande evento:

Trago nos lábios sorrisos que são canções

E nas pautas corações

Sempre a marcar o compasso

No ritmo certo e num rufar sempre animado

Adeusinho, até pró ano

Fiquem bem, muito obrigado

Relativamente ao número de marchantes vão ser 22 pares e três crianças que acompanham os padrinhos: António Costa (atual presidente da Junta de Freguesia da Lapa do Lobo) e Mónica Lopes (ensaiadora da Marcha deste ano : “Está na marcha desde os primeiros anos e é uma rapariga entusiasta e dinâmica”)

Numa organização conjunta da Fundação Lapa do Lobo,Junta de freguesia da Lapa do Lobo e Associação Desportiva e Cultural Lapense. Os coordenadores da festa mantêm-se os mesmos de 2017 :  António Loureiro e Catarina Fonseca.

A decoração do Terreiro das Almas, com festão, bandeirolas e chorões e é da autoria dos moradores.

Como momentos mais importantes da festa, Catarina Fonseca destaca :

  • chegada da marcha ao Terreiro ( conhecido como tribunal)
  • apresentação da marcha
  • apresentação dos padrinhos
  • entrega do santo António a uma rapariga solteira
  • bailarico com o grupo Bora Lá
  • sorteio dos cabazes de Santo António. Pela primeira vez, e para fazer face às despesas que a festa acarreta, a comissão  decidiu fazer um sorteio de cabazes com produtos regionais, artesanato.A mesma terá lugar no dia da festa, 16 de Junho,  entre a apresentação da marcha e do discurso de agradecimentos.

Em relação aos cabazes, Catarina Fonseca explica : “Visto tratar-se de uma festa  de Santos Populares, decidimos trocar o usual cesto por um  tradicional vaso de barro com manjerico,  cravo e quadra alusiva à festa”.

O padrinho entrega a imagem de santo António a uma rapariga solteira e ela vai colocá-lo no chafariz do terreiro. Este gesto simboliza o pedido que a rapariga faz ao santo para que este a ajude a arranjar namorado ou marido. Santo António, como se sabe, é o santo casamenteiro.

“A imagem do Santo António pertence à Lapense Clarinda Fonseca. É uma imagem quase centenária que gentilmente empresta para este fim” conta, acrescentando que “a maioria dos adereços da marcha e decoração do terreiro foi feita reutilizando materiais que sobraram de anteriores edições da festa de santo António, assim como de restos dos tecidos das roupas dos marchantes”.

Percurso da marcha:  Encontro dos marchantes com a Banda de Santar no Largo dos Pinas, posterior subida da rua até ao Terreiro, parando para fotos de grupo nos locais mais emblemáticos: Fachada do solar dos pinas ; Escadaria e largo da Capela de Santa Catarina e Fachada da Fundação Lapa do Lobo

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies