“Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Viseu Dão Lafões” foi apresentado

A CIM Viseu Dão Lafões promoveu, ontem, quinta-feira, dia 14 de junho, no auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, o seminário final de apresentação pública do ‘Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Viseu Dão Lafões’ (PIAAC Viseu Dão Lafões).

Este seminário contou com a presença do Vice-Presidente do Conselho Intermunicipal de Viseu Dão Lafões e Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, do encarregado de missão para as alterações climáticas do Instituto Politécnico de Viseu, Sérgio Lopes, da Vereadora da Câmara Municipal de Viseu, Conceição Azevedo, assim como de eleitos e técnicos das 14 Câmaras Municipais que integram a CIM Viseu Dão Lafões e de outras personalidades e agentes de relevância regional das áreas económica, social, ambiental e cultural.

A este propósito o Senhor Vice-Presidente do Conselho Intermunicipal de Viseu Dão Lafões, João Azevedo, referiu que “constituindo-se a região Viseu Dão Lafões como um dos principais polos sociodemográfico do interior e da região Centro e considerando a relevância que tem na produção de riqueza e na expressão social, cultural e ambiental a esta associada, tornou-se fundamental desenvolver uma estratégia que minimizasse os impactes das alterações climáticas nos sistemas (re)produtivos da região, preparando a Economia para as mudanças de contexto – especialmente as atividades setoriais que mais dependem de áreas sensíveis ao clima, permitindo o fortalecimento da sua capacidade de adaptação, sensibilizando e capacitando as autarquias, os atores estratégicos e as comunidades territoriais da região para esta realidade.”

Nesta sessão apresentaram-se os principais resultados obtidos ao longo do processo de elaboração do Plano, nomeadamente os cenários climáticos projetados, até 2100, para Viseu Dão Lafões; as vulnerabilidades atuais e futuras deste território, bem como os principais impactes e a capacidade adaptativa decorrentes das mesmas; e, as medidas e opções delineadas a nível intermunicipal e municipal para fazer face às alterações climáticas. Complementarmente, foram reveladas também as linhas de ação fundamentais do modelo de sensibilização e de comunicação institucional definido para a fase pós-Plano, focado para a comunidade escolar de Viseu Dão Lafões.

Este evento, para além da equipa técnica responsável pela concretização do Plano – liderada pelo CEDRU e pela WE CONSULTANTS -, contou com um painel de especialistas nacionais que, no seguimento do trabalho realizado envolvendo três dos setores-chave estratégicos da região: nas Florestas, o Professor Pedro Bingre do Amaral, da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC-IPC); no Ordenamento do Território, o Professor Doutor Lúcio Cunha, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; e nos Recursos Hídricos, o Professor Doutor Armando Silva-Pinto, da Universidade de Aveiro e Presidente da ANQIP (Associação Nacional para a Qualidade nas Instalações Prediais). Estes especialistas partilharam com os presentes todo o seu vasto conhecimento e experiência na definição e implementação de estratégias e planos de adaptação em Portugal e no estrangeiro.

O Plano agora concluído pretende informar e, sobretudo, atuar ao nível do planeamento adaptativo de âmbito intermunicipal e municipal, ao facilitar a sua futura construção através da sistematização e da análise prospetiva do conhecimento climático; definição de abordagens de adaptação; sinalização das formas de integração nos instrumentos de gestão territorial; capacitação dos técnicos municipais e dos agentes regionais; e, sensibilização e mobilização das comunidades territoriais.

A região de Viseu Dão Lafões está agora munida de um instrumento eficaz e capaz de mobilizar todos os agentes locais e regionais para a adaptação às alterações climáticas, uma temática decisiva para a coesão e desenvolvimento territorial de Viseu Dão Lafões, mais resiliente e sustentável.

Nesse sentido, o Senhor Vice Presidente do Conselho Intermunicipal, João Azevedo, referiu, que “a CIM Viseu Dão Lafões já recebeu a aprovação, pelo PO SEUR, de financiamento para um projeto de divulgação e disseminação do PIAAC Viseu Dão Lafões junto da comunidade escolar da região, através de um amplo programa de ações de comunicação e sensibilização sobre riscos associados às alterações climáticas, sendo que tal projeto permitirá consolidar e divulgar os resultados do Plano, bem como mobilizar e captar a comunidade escolar para o processo adaptativo e para o tema da adaptação às alterações climáticas.”

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies