“Aldeia dos Sonhos”: Rio de Mel viveu um fim de semana inesquecível

Manhã cedo de sábado, os moradores de Rio de Mel (freguesia de S. Gião ), Aldeia de Montanha no concelho de Oliveira do Hospital, partiram para um fim de semana inesquecível: “Aldeia dos Sonhos: Rio de Mel, no norte de Portugal”. Após vencerem o concurso “Aldeia dos Sonhos” – uma iniciativa de turismo solidário da Fundação Inatel, no âmbito da Inovação Social – ao qual a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital apresentou a candidatura, mais de três dezenas dos residentes na aldeia foram em busca das principais atrações da cidade do Porto e de Viana do Castelo.

O programa – elaborado de acordo com os desejos apresentados pelos habitantes de Rio de Mel, em colaboração com a Junta de Freguesia de S. Gião representada por Luciano Correia que acompanhou a comitiva – proporcionou a visita aos seguintes locais: Parque Temático dos Descobrimentos; Cruzeiro das 6 Pontes no Douro; Circuito pela cidade de Viana do Castelo e ao Santuário de Santa Luzia com subida pelo funicular; Torre dos Clérigos e Casa da Música; City tour pelos locais emblemáticos da cidade do Porto, terminando numa das Caves do Vinho do Porto, com degustação.

Dois dias em cheio (19 e 20 de maio) com dormida em Vila Nova de Cerveira, e onde se destaca também a receção com o Grupo Etnográfico da Areosa, guardiões da etnografia local e que deslumbrou com os “Trajes à Vianesa”, num jantar onde marcaram presença o presidente da autarquia, José Carlos Alexandrino e o vice-presidente e vereador do Turismo, José Francisco Rolo; bem como o administrador da Fundação Inatel, José Manuel Alho, e o responsável da área da Inovação Social da Inatel, Rui Calarrão.

Os representantes da autarquia de Oliveira do Hospital manifestaram a sua satisfação com a iniciativa que veio possibilitar aos moradores de Rio de Mel, um fim de semana diferente do seu quotidiano, um prémio coletivo merecido e que valoriza a autenticidade e genuinidade deste território e das suas gentes. Rio de Mel fez um programa de visitação turística através desta iniciativa, ganhando visibilidade e projeção, e aguarda agora que possa ser visitada, cumprindo o lema “Venha e Descubra Rio de Mel, Aldeia de Montanha”, defendem.

Já no regresso a casa, a opinião era unânime: este foi um fim de semana de sonho e uma viagem ímpar que lhes permitiu concretizar vários desejos. Para uns foi a oportunidade de conhecer locais e cidades onde nunca tinham estado, para outros foi um regresso mas agora para usufruir de experiências turísticas diferentes. No final da experiência, é difícil escolher o que mais gostaram de conhecer mas todos concordam que esta viagem “de sonho” fortaleceu, ainda mais, os laços entre os habitantes e o espírito de comunidade que se sente na aldeia de Rio de Mel.

A família Brito, um jovem casal com dois filhos não poupa nos elogios, na hora de fazer um balanço e confidenciar que nunca tinha andado de barco e “por isso concretizámos um sonho”. “Toda a gente vai muito satisfeita e nunca iremos esquecer este fim de semana. Foi muito bom conhecer tantos locais e principalmente ter o acompanhamento dos guias que nos explicaram tudo ao pormenor. São coisas que não vamos esquecer”, observam.

Também Luciano Correia, presidente da Freguesia de S. Gião se mostrou um autarca feliz e emocionado com esta “viagem que correu maravilhosamente bem e onde não faltou nada. Este é um projeto que eu agradeço ao Inatel e à equipa que nos acompanhou e que acho que deve continuar para bem das pessoas e das aldeias isoladas porque ajuda a realizar o sonho das pessoas. Agradeço também à Câmara Municipal por ter feito a candidatura de Rio de Mel”, que veio a sair vencedora nesta iniciativa.

“Vocês são um grupo muito simpático e a nossa compensação por organizar estes programas, no âmbito da inovação social, é ver que as pessoas ficaram contentes”, afirmaram os responsáveis da Inatel, acrescentando que “o vosso presidente da Junta respondeu por inteiro àquela que é a filosofia da Aldeia dos Sonhos”. Este programa da Fundação Inatel pretende contribuir para o desenvolvimento pessoal e social dos que dele beneficiam e ser um veículo de sensibilização para a importância da salvaguarda do património cultural das aldeias portuguesas.

Município de Oliveira do Hospital, 23 de maio de 2018

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies