Conselho Local de Ação Social de Carregal do Sal apresentou o programa “Reintegrar”

O Conselho Local de Ação Social de Carregal do Sal esteve recentemente reunido no Salão Nobre dos Paços do Concelho para apresentação do programa “Reintegrar”, de apoio à pessoa com deficiência visual; das oportunidades para os jovens no âmbito dos programas do IPDJ em curso e para dar informações e sensibilizar sobre a limpeza da floresta, no âmbito da nova legislação.


Dando início aos trabalhos, a Presidente do CLAS, Ana Cristina Borges, deu as boas vindas a todos e deu início aos trabalhos ao convidar as técnicas da ACAPO, Deolinda Rodrigues e Ângela Ferreira a usarem a palavra.
Foi então explicada a missão da instituição que apoia as pessoas com deficiência visual e os familiares diretos, sendo esse apoio feito nas instalações próprias, dotadas com salas devidamente equipadas para ajudar estas pessoas a fazerem uma vida o mais independente possível, e ao domicílio. Para além dos ensinamentos técnicos, foi ainda explanada a componente lúdica que a instituição proporciona aos seus utentes.
Depois apresentaram o programa “Reintegrar”, tendo a Câmara Municipal um protocolo há mais de 15 anos com aquela instituição que, desde então, apoia os munícipes sinalizados com deficiência visual. Aproveitando a oportunidade, as técnicas apelaram aos parceiros, nomeadamente juntas de freguesia, serviços de saúde e IPSS para sinalizarem eventuais situações para avaliação e acompanhamento.
A presidente do CLAS deu depois a palavra às técnicas do IPDJ, Natália Mendes e Beatriz ferreira, a quem coube apresentar os programas de que as entidades e os jovens podem usufruir temporariamente e em regime de voluntariado. Entre estes destacaram o Programa Agora Nós – Jovens Voluntários/as; Empreende JÁ; Geração Z e Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas. Explicou como funcionam, respetivos prazos de candidatura e execução, financiamento e sublinhou que constituem mais valias para as entidades e para os jovens que passam a ter certificados referentes às competências adquiridas em cada uma das ações desenvolvidas.
Terceiro ponto da ordem de trabalhos – a limpeza da floresta no âmbito da legislação mais recente, foi abordada pelo guarda principal da 3.ª Companhia do GIPS/GNR de Santa Comba Dão, Francisco Caldeira que deu informações sobre as novas regras e obrigações sensibilizando para o imperativo do seu cumprimento, sob pena da aplicação das coimas previstas.
A presidente do CLAS, no último ponto de trabalhos, informou que, no âmbito dos incêndios de outubro passado, foram remetidos pela Autarquia requerimentos à Provedoria de Justiça, para atribuição de indemnização aos familiares e herdeiros das vítimas mortais e a feridos graves
Deu a conhecer ações descentralizadas a realizar nas cinco freguesias do Concelho, com colaboração e presença do Centro de Respostas Integradas de Viseu – “Vamos falar de prevenção…. Comportamentos aditivos e dependências” (4, 11, 18, 25 de maio e 4 de junho) e de uma ação de informação e sensibilização dinamizada pela Secção de Programas Especiais da GNR, a realizar a 8 de junho, em Carregal do Sal, intitulada “Sabem se os vossos filhos são felizes?”, no âmbito do bullyiung e cyberbullying.
Por fim, informou que o Município teve recentemente conhecimento da aprovação da candidatura “Capacitação para a Inclusão” (7 ações), apresentada no âmbito do POISE, sabendo-se que uma destas – “Educação cívica e prevenção da violência”, vai iniciar-se na segunda semana de maio.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies