Câmara de Mangualde apresenta resultado positivo de 1,8 milhões em 2017 e reduz dívida em 780 mil euros

A Assembleia Municipal de Mangualde aprovou ontem, dia 26 de abril, por maioria, as contas de gerência de 2017. As contas demonstram um resultado líquido positivo de 1.872.942,90 euros e uma redução da dívida global da autarquia em 779 644,02 euros.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, as contas de 2017 “representam um exercício muito positivo da gestão e atividade municipal que tem vindo a ser apanágio deste executivo e que se traduzem num reforço cada vez maior da sustentabilidade financeira do município”. João Azevedo afirma ainda que “a autarquia tem hoje a sua situação financeira equilibrada e prepara-se para o maior investimento de sempre no concelho”.

O autarca de Mangualde acrescenta que “saímos em 2016 do saneamento financeiro a preparámos um plano de investimentos sustentado e estruturado em fundos comunitários e hoje só é possível a sua execução porque temos músculo financeiro para a sua execução fruto de resultados positivos os últimos anos e também de um forte decréscimo na dívida do município que hoje se encontra ao nível de 2004/2005. Estamos muito satisfeitos, mas sabemos que o investimento que aí vem constitui um desafio muito grande para exercícios futuros na gestão da autarquia.” – conclui o autarca mangualdense.

A bancada parlamentar do PSD absteve-se e o membro da Assembleia Municipal do PCP votou contra.

 

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies