“CHOQUE: Da Teoria à Prática” : Formação para médicos no Hospital CUF Viseu

Da abertura da Unidade de Cuidados Intermédios/Intensivos em novembro 2017, surgiu o mote para a realização da formação “CHOQUE: Da Teoria à Prática”, no passado sábado, 21 de abril, no Hospital CUF Viseu.

Este curso teórico-prático intensivo dedicado ao diagnóstico e tratamento do Choque, uma doença do campo da Medicina Intensiva caracterizada pela falência da circulação sanguínea, de grande complexidade diagnóstica e elevada mortalidade, foi realizado num formato inovador, em ambiente de Bloco Operatório, com casos clínicos trabalhados em simuladores, ecografia em modelos humanos e utilização de equipamentos de monitorização hemodinâmica.

Com a presença de peritos científicos de referência nacional e internacional no âmbito da Medicina Intensiva e com o patrocínio científico da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos, da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia e da Sociedade Portuguesa de Simulação aplicada às Ciências da Saúde, este curso permitiu a atualização de conhecimentos, partilha de experiências e a potenciação do talento clínico dos cerca de 30 médicos oriundos de diferentes instituições hospitalares públicas e privadas do país.

A formação realizada no Hospital CUF Viseu contou ainda com a colaboração de relevantes instituições universitárias da região Centro – a Universidade de Aveiro (com o SIMULA-Centro de Simulação Clínica da Universidade de Aveiro) e a Universidade da Beira Interior (com o Laboratório de Competências da Faculdade de Ciências da Saúde, Covilhã) – pela cedência de simuladores de alta fidelidade onde os participantes tiveram a oportunidade de treinar os casos clínicos de choque. Assim, o Hospital CUF Viseu mantém a estratégia de aposta no talento humano, promovendo oportunidades de formação de excelência em áreas diferenciadas e inovadoras.

No final deste curso, os formandos ficaram capazes de reconhecer e diagnosticar precocemente o choque, nas suas variadas formas de apresentação, bem como conhecer as suas bases fisiopatológicas, compreender os princípios de monitorização hemodinâmica personalizada e aplicar as estratégias de ressuscitação hemodinâmica adequadas, capacitando-os de conhecimentos e estratégias que os auxiliem nas suas decisões clínicas do dia a dia.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies