Polémica nos Bombeiros de Viseu. Sócios e Bombeiros falam em “clima persecutório”

Quinta-feira, 22 de Fevereiro,às 18 horas, sócios e bombeiros promovem uma conferência de imprensa, no Hotel Durão, para dar a conhecer aos Viseenses a dramática situação dos Bombeiros Voluntários de Viseu depois da recusa do presidente da assembleia-geral em promover uma reunião para que estes assuntos pudessem ser esclarecidos.

Associados e bombeiros, ativos e Honorários, pretendem dar a conhecer o funcionamento da corporação, que em nosso entender não tem orçamento legal e válido para o ano económico em curso, com a gravidade de esta ser uma Associação que recebe verbas públicas. Apesar dos pedidos de esclarecimento as respostas são sempre evasivas e fora daquilo que está estatutariamente previsto. E fundamentada a legalidade quem responde por ela? A Associação ou os órgãos sociais?

Queremos divulgar ainda a recusa da AG extraordinária, pedida por sócios em funções e nos termos legais e estatutários. Numa instituição que se quer aberta e transparente, por ser suportada em verbas públicas e solidárias, não se compreende esta recusa em agendar uma assembleia e tudo esconder.

Há ainda questões funcionais com o desrespeito, permanente e constante, para com os graduados; a existência de um não bombeiro, oriundo das Forças Armadas, que dá ordens ao Corpo de Bombeiros, apesar de não pertencer aos quadros e não ter suporte legal para tal conduta. Há também a questão, mal justificada e sem argumentos cabais, do parecer desfavorável da parte da Direcção, no que toca ao ingresso do Comandante que cessou funções na carreira de Oficial Bombeiro.

Por fim dar a conhecer a existência de um processo crime, contra um elemento da Direção e a ameaça de despedimento feita a uma das testemunhas arroladas, um Bombeiro Voluntário que é também assalariado na Associação numa situação bem demonstrativa do clima persecutório porque passa a instituição.

Fonte : João Ribeiro representando os promotores da Conferência de Imprensa

NOTA : O nosso jornal solicitou, via mail, à Direção dos Bombeiros Voluntários de Viseu,uma reação a estas acusações

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies