Viseu gastou 600 mil euros no transporte de água. Operação foi cancelada

A verba que a edilidade de Viseu dispendeu para abastecer a população com água, nos últimos dois meses,foi de 600 mil euros (500 mil euros com logística e 100 mil euros noutro tipo de aquisições necessárias).

A operação de transporte, através de camiões cisterna, iniciou-se no final do mês de Outubro e ontem foi cancelada. O número e decisão foram avançados pelo Presidente da Câmara, Almeida Henriques.

Devido às recentes chuvas, o autarca assegurou que o caudal voltou a garantir a necessidade diária de água para fornecer o concelho já que apresenta-se agora nos quase 450 mil metros cúbicos de água. Já o Rio Coja e Dão estão com 7 mil metros cúbicos.

O alerta para a poupança de água mantém-se porque os níveis não estão ainda no seu parâmetro normal de anos anteriores e se necessário a operação será restabelecida.

Lembramos que a Barragem de Fagilde abastece os concelhos de Viseu, Mangualde, Nelas e Penalva do Castelo.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies