Munícipe queixa-se de “incumprimento” de compromisso do Presidente da Câmara de Nelas

Filomena Gonçalves reside na Vila de Nelas, junto ao cemitério novo. O caminho que dá acesso à sua moradia, contíguo à linha de caminho de ferro, encontra-se como as imagens documentam – em terra batida e rodeado de vegetação espontânea seca, os chamados combustíveis, de alta perigosidade em caso de incêndio.

Esta munícipe, que apela a que o presidente da Câmara Municipal “cumpra com a palavra dada de resolver os problemas ali existentes, nomeadamente limpeza e alcatroamento”, depois de ter “estado no local,aquando da sua candidatura em 2013”, descreve assim a situação :

“Se bem se recorda na altura da sua candidatura à presidência da CMN, esteve comigo neste local prometendo e dando a sua palavra de honra que iria alcatroar, fazer a limpeza deste caminho e falar com os proprietários dos terrenos que estão por cultivar afim de este limparem os mesmos devido aos incêndios.

Como pode verificar nas fotos em anexo, neste momento um carro ligeiro não consegue passar no caminho sem bater nos arbustos.
Quase no fim do seu primeiro mandato e ainda não cumpriu com a sua palavra.
A casa de habitação está rodeada de terrenos por limpar, pondo em causa a segurança das pessoas e bens no caso de existir um incêndio.
Agradeço que faça um esforço no sentido de resolver estas situações o mais breve possível e também no sentido de cumprir com a sua palavra”.

O nosso jornal já solicitou um esclarecimento, via e mail, ao autarca de Nelas.