Lapa do Lobo.CDS/PP elenca as “falsas promessas e mentiras” do Presidente da Câmara

Em comunicado que fez chegar à nossa redação, o candidato centrista, António Loureiro, atual presidente da Assembleia de Freguesia, mostra-se “indignado” perante “falsas promessas e mentiras do Dr. Borges da Silva”,sustentando as suas denúncias “nas atas das reuniões ordinárias da Assembleia de Freguesia da Lapa do Lobo” :

 Em quase 4 anos de mandato com verba aprovada em orçamento municipal para a construção da Rua do Castelão, nunca a obra foi iniciada. Para onde foi o nosso dinheiro? Se não fosse o compromisso da Endesa em fazer obras no Concelho, devido à não construção da barragem de Girabolhos, esta obra continuaria sem perspetivas de execução e sempre alvo de promessas vãs.

  Consta na ata de 26 de abril de 2017, que o Dr. Borges da Silva iniciaria as obras da Rua do Castelão no dia 18 de julho de 2017. Água, saneamento e pavimentação, pagos pela Endesa.

  Passados 2 meses em nova Assembleia de Freguesia da Lapa do Lobo, de 01 de julho de 2017, já a promessa do Dr. Borges da Silva era outra, comprometendo-se com o Sr. Presidente da Junta que colocaria a primeira pedra na Rua do Castelão este Verão… mas à data de hoje nem obra nem pedra… A Lapa do Lobo merece mais!!!

  De igual forma, colocaria também a primeira pedra na ETAR, sendo dito que esta já estava adjudicada. Facto enganador por parte deste senhor, pois estando ciente da falsidade desta afirmação, respondi: “no portal dos contratos públicos até à data de 30 de junho não existia nada referente à Lapa do Lobo, pelo que isso seria mentira” (registado na Ata n.º 2 2017).

  Os cidadãos Lapenses não querem promessas. Querem a obra feita! A Lapa do Lobo merece mais!!!

  Relativamente à construção dos passeios na nossa Avenida 9 de Julho, importa esclarecer o acordo estabelecido: a Câmara Municipal pagaria os materiais, e a Junta de Freguesia da Lapa do Lobo pagaria a mão-de-obra (registado na Ata n.º 2 2017). No entanto, a Junta da Lapa do Lobo, para que as obras não parassem, teve que pagar o betão no valor de aproximadamente 2000€ para as fundações do muro de suporte, “pois segundo informações da engenharia da Câmara não havia dinheiro para pagar” (registado na Ata n.º 2 2017).

  Neste momento os trabalhos voltam a estar parados pela falta de dinheiro da Câmara Municipal, isto a acreditar no proferido pelo Sr. Presidente da Junta, na Assembleia de Freguesia: “…acreditava que o problema fosse o facto de ser necessário mais betão para avançar com o restante muro de suporte e não haver dinheiro para o mesmo, informando que eventualmente teria que a junta avançar com mais um pagamento. Opinião partilhada pelo tesoureiro da junta Vitorino que disse preferir pagar a ver as obras pararem”.(na Ata n.º 2 2017). A estas afirmações contrapus “que se o compromisso era de as despesas com materiais serem assumidas pela Câmara, assim deveria e teria de ser, já que esse dinheiro poderia ser canalizado para outras obras na freguesia”. ( na Ata n.º 2 2017).

Trabalhos parados por responsabilidade do Dr. Borges da Silva, pois não tem dinheiro para pagar os encargos materiais desta obra. Este senhor não cumpre o que promete! A Lapa do Lobo merece mais!!!

  Estamos perante um total desrespeito do Dr. Borges da Silva pelos cidadãos Lapenses que lhe darão a resposta no próximo dia 1 de Outubro!

  Porque a Nossa Terra precisa de alguém capaz de desmascarar e lutar pelos seus direitos, comprometo-me a ser uma voz firme e forte na reivindicação dos nossos interesses A verdade sempre em primeiro lugar!