Comércio em Nelas continua a viver dias difíceis

  Embora tenha vindo paulatinamente a melhorar, a situação do comércio na Vila de Nelas continua desoladora. A abertura recente de algumas lojas vem mostrar alguma tendência de melhoria, mas muito ténue, e relacionada com a recuperação da economia a nível nacional, nos últimos tempos, com o PIB em geral, o consumo interno e o mercado imobiliário em particular, a dares sinais consistentes de recuperação, que no entanto se faz sentir com maior intensidade nos grandes centros urbanos. Uma das novas lojas abriu no Edifício Central,e é uma sucursal da imobiliária Habifactus, que tem sede em Viseu, onde tem duas lojas. Depois da aposta em Mangualde, surge agora em Nelas a quarta loja,respondendo à melhoria nacional e regional do mercado imobiliário. Num périplo que fizemos pela Vila, deparámo-nos entretanto com largas dezenas de lojas vazias, em aluguer ou venda. Desde o referido Edifício Central, à Rua João XXIII, à Alexandre Herculano e Gago Coutinho, é vastíssimo o leque de opções para investidores, quer na área mais tradicional, quer na área mais nobre.

   As infraestruturas comerciais na Vila, estão assim claramente subutilizadas, o que contrasta com a dinâmica das grandes industrias presentes no concelho, que continuam a dar sinais de grande vitalidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies