Manuel Marques ilibado no processo das despesas alegadamente irregulares. Tribunal começa a dar razão a fornecedores

NOTA DE IMPRENSA do CDS/PP de Nelas :

O MOBIL, A INTENÇÃO, DO ATUAL PRESIDENTE DE CÂMARA ESFUMOU-SE!

O PRESIDENTE DA Câmara Municipal de Nelas, na sua senda antidemocrática e de perseguição, não quis pagar as faturas a fornecedores dos trabalhos efetuados no mandato anterior, prejudicando-os vergonhosamente.

Mas tudo isto não é de admirar! Tendo em atenção que esses mesmos empreiteiros não são ouvidos nem achados para as obras do Município.

Fê-lo com a nítida intenção de crucificar o vereador do CDS/PP, Manuel Marques, arredando a sua candidatura às autárquicas de 2017, como ele, Borges da Silva, manifestou essa intenção para algumas pessoas que lhe são “próximas” em Canas de Senhorim.

Afirmamos arredá-lo, considerando que, desde o início, foi o único do anterior executivo, que democraticamente lhe fez oposição, pois que, a ex-presidente da Câmara se recusou a tomar posse, passando assim pelos “pingos da chuva”.

Publicamente perante mais de 100 candidatos num jantar pós eleitoral, informou-nos que a sua vida politica tinha terminado com a derrota nas eleições autárquicas, daquele ano de 2013.

Com esta posição pública, facilmente, Borges da Silva, compreendeu que ela não seria sua adversária em 2017, não havendo necessidade de falar no nome dela como a malfeitora da gestão municipal, apenas recaindo todos os malefícios no nosso vereador, convidando-a até mesmo para alguns eventos.

Manuel Marques, pela coragem e frontalidade que lhe é reconhecida, não só tentou regularizar as faturas, confirmando-as conjuntamente com os técnicos, como também desde a primeira hora, enquanto vereador da oposição, sempre defendeu o pagamento das mesmas faturas, ao contrário do que fez o vereador do PSD.

Mesmo sabendo que não era a sua competência, tudo fez para regularizar as faturas, dado que, quem tinha essa responsabilidade, “lavou as mãos como Pilatos”, nem posteriormente na oposição, defendeu quem trabalhou de uma forma séria para o Desenvolvimento do Concelho e bem-estar das populações.

No dia 21.02.2017, o nosso vereador, Manuel Marques, mais uma vez “sentou o rabo no Banco dos Réus”, desta vez por causa das faturas do mandato anterior, sendo ABSOLVIDO, como tem acontecido em todos os processos.

Considerando que Manuel Marques, é candidato às Autárquicas de 2017, as faturas são de obras e, não de festas, rallies ou tendas, e o Tribunal afirmou que o vai absolver, está na hora do atual presidente da Câmara, fazer acordos de pagamento e liquidar as faturas que o deveria ter feito logo em 2014, não trazendo para o Município mais despesas, designadamente em honorários de advogados e juros.

O Mobil de Borges da Silva, ESFUMOU-SE!

Nelas, 23 de fevereiro de 2017

A CPC do CDS/PP de Nelas

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies