Deputados constatam dificuldades dos ovinicultores na Serra da Estrela

Projeto de Lei vai ser elaborado com vista a apoiar o setor

Hoje e na primeira visita que um Grupo de Trabalho da Comissão Parlamentar da Agricultura fez à região abrangida pela Ancose (no caso 10 deputados de todos os grupos parlamentares), Manuel Marques, presidente da Associação, deu conta das preocupações dos ovinicultores da região, visando a melhoria das suas condições. A grande ameaça, que se tem vindo a acentuar nos últimos anos, é a redução do efetivo animal na região, designadamente da raça Serra da Estrela (Bordaleira e Churra Mondegueira), cujo leite é a principal matéria prima de uma das 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa. “O que está em causa é uma forte baixa na produção de leite, e não podemos deixar extinguir este produto de excelência, que é o Queijo Serra da Estrela”, referiu ao nosso jornal Manuel Marques, que estima, em pouco mais de quatro anos, uma redução de 45 mil ovelhas, de cujo leite é elaborado o queijo com denominação de origem protegida (DOP). A ANCOSE, que representa criadores de ovinos de 18 concelhos, situa em 75 mil o número atual de animais (quando em 2012 eram 120 mil).

Para o seu presidente “Estado e Autarquias têm que implementar com novas medidas de apoio à produção, recorrendo para tal aos fundos europeus do Portugal 2020, assim como valorizar o leite produzido por estas raças autóctones, face ao leite de outras proveniências e de raças indiferenciadas, que inunda a região”.

Manuel Marques lamenta que, na sequência de “uma alteração substancial da lei”, no ano passado, tenha sido retirado aos criadores um apoio anual de 15 euros por cada ovelha, que existia ao abrigo das chamadas “medidas agroambientais”, como incentivo ao aparecimento de novos rebanhos e ao desenvolvimento do mundo rural, com financiamento da União Europeia.

“Os pastores estão a viver com enormes dificuldades”, denuncia, dando eco desta crise ao parlamentares, que em contacto direto com diversos ovinivultores, entre os quais a Quinta da Lagoa, em Vale de Madeiros, as verificaram no terreno. O almoço de trabalho decorreu em Gouveia, no Hotel Rural Madre de Água, que também produz Queijo Serra da Estrela.

A visita deste grupo de deputados, foi vista como “extremamente positiva”, pois todos tiveram “uma grande sensibilidade para o problema”, explicou Manuel Marques. Ao que apurámos, na sequência irá ser elaborada um projeto de Lei, no sentido de serem criados apoios financeiros diretos às explorações.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies