Samuel Pimenta lança o seu novo livro cuja narrativa decorre em Pinheiro (Carregal do Sal)

“Iluminações de uma Mulher Livre” é título do novo livro que o jovem escritor escalabitano, Samuel F. Pimenta, vai lançar na Sala de Leitura Bernardo Santareno, em Santarém, no próximo dia 11 de fevereiro, às 16h30.

De acordo com o autor, a obra centra-se “numa mulher, Isabel, que deseja libertar-se de um casamento de abusos e medo, mas também é sobre a opressão e a violência exercidas por uma sociedade patriarcal, a nossa sociedade, que ainda olha a diferença com desconfiança e procura segregá-la com a imposição de normas”.

A acompanhar Samuel F. Pimenta, vão estar cinco mulheres que o próprio descreve como “mulheres distintas e perfeitas para a apresentação deste livro”: Ana Simão, Eugénia Frazão, Filipa do Carmo, Helena Nogueira, Susana Ribeiro e Vera Hoshi.

“Iluminações de uma Mulher Livre” é o sexto livro de Samuel F. Pimenta, e foi escrito no âmbito da Bolsa Jovens Criadores do Centro Nacional de Cultura, que o escritor ganhou em 2015, e que permitiu a realização de uma residência literária em Pinheiro (Carregal do Sal.

“A residência literária em Pinheiro, que é a aldeia do meu avô materno e da minha mãe, foi uma experiência de grande impacto para mim”, refere o escritor natural de Alcanhões, no concelho de Alcanhões, que diz ter tido a oportunidade de “conversar com a população local e acompanhar de perto os seus hábitos diários”

Foi uma das lendas da aldeia, talvez uma das mais antigas, que serviu de inspiração para o livro, explica.