Nelas regista crescimento de 44,3% nas exportações. Crescimento nacional foi de 5,3%

As empresas sedeadas no concelho de Nelas registaram,entre 2013 e 2015, um aumento notável de 44,3% nas suas exportações, elevando-as de 116,7 milhões de euros para 168,4 milhões, numa dinâmica que situa o concelho “coração do Dão” como o terceiro maior exportador no distrito de Viseu. Mangualde com 377,1 milhões e Tondela com 341 milhões, ocupam as duas primeiras posições, mas ambos os concelhos com decréscimo no período em análise (respetivamente de 8,1% e 1%). Carregal do Sal registou um aumento de 13,2%, para 55,6 milhões.De destacar ainda que o concelho de Viseu situou-se nos 82,3 milhões. Os dados foram compilados pelo Jornal de Negócios.

A maioria dos municípios portugueses aumentou as exportações entre 2013 e 2015. A nível nacional, o volume de bens vendidos ao exterior cresceu 5,3%. Fique a saber como é que o seu município evoluiu nas vendas ao estrangeiro nesses três anos.

A maioria dos municípios portugueses reforçou a sua componente exportadora nos últimos três anos. De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos ao período entre 2013 e 2015, houve 185 concelhos que melhoraram a sua performance na venda de bens ao exterior. As principais subidas foram registadas em municípios do interior. Monchique, Paredes de Coura e Moura foram os que mais aumentaram, em termos relativos, as suas exportações, no período que coincide com o actual mandato autárquico.

O Alentejo surge entre as regiões mais dinâmicas, com um crescimento de 4,2% em 2015 face a 2013. O Norte continua a ser o motor exportador do país, tendo crescido 12,3%. Já a Área Metropolitana de Lisboa viu o volume de vendas cair 5,4% no mesmo período, enquanto a do Porto cresce 9,9%.

Para 2017, as empresas perspectivam um aumento das exportações de 5,3%.