Assembleia Municipal Nelas. Deputados do PSD justificam voto contra o Orçamento

O voto contra ao Orçamento de 2017 da bancada do PSD/CDSPP deve-se essencialmente ao facto de o mesmo não contemplar de igual forma todos os Munícipes do Concelho, atribuindo a algumas freguesias dotações totalmente descabidas; como é o caso das Freguesias da Lapa do Lobo com cerca de 0.1 % e Senhorim com cerca de 1.8 % do Orçamento.

Outro dos motivos são os valores atribuídos em algumas rubricas que, estão totalmente desajustados da realidade e da importância das mesmas. Exemplo disso é a Feira Medieval de Canas de Senhorim, com uma dotação de apenas 5000€.

Votámos contra também, por não concordarmos com a obras elencadas para o dinheiro do PARU a utilizar na sede do concelho, que, segundo a nossa opinião não contempla todos os Munícipes com equidade, privilegiando apenas o centro da sede do Município como: as quatro esquinas, o largo da estação, a Praça da Igreja Matriz e a Praça do Município. Sendo a maior fatia gasta na requalificação da Praça do Município. Esquecendo-se completamente das localidades de Algerás, Felgueira e Folhadal, também estas pertencentes à sede do Município de Nelas.

Por último e não menos importante tendo em conta as reservas manifestadas no relatório da DGAL, o qual considera as receitas optimistas e com risco na atempada e efetiva arrecadação, nomeadamente, no que concerne à previsão dos impostos Municipais e as comparticipações do Estado, condicionando assim a dotação das despesas revistas em alta, mas, as quais estão dependentes da efetiva arrecadação da receita e da verificação da redução previstas nas outras despesas.

Chama ainda a DGAL a atenção para o facto de que o valor existente em caixa e bancos é muito inferior ao valor das provisões efetuadas pelo Município, criando um risco de tesouraria.

Bancada de Deputados Municipais do PSD que votaram contra o Orçamento Municipal