Operação “Estróbilo” indica mais de 33 toneladas de pinhas apreendidas

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou, entre o dia 1 de novembro e o dia de ontem, 20 de dezembro, em todo o território nacional, as ações de fiscalização para prevenir e combater as actividades ilícitas de colheita, transporte e armazenamento das pinhas de pinheiro-manso.

As ações de fiscalização, levadas a cabo por militares do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) dos Comandos Territoriais e por militares da Unidade Nacional de Trânsito, foram direcionadas para as zonas com maiores manchas florestais de pinheiro-manso, onde a atividade relacionado com esta temática é mais comum.

Durante esta operação foram aprendidas mais de 33 toneladas de pinhas, distribuídas geograficamente do seguinte modo:

Distrito Quantidade de pinhas (kg)
Évora 294
Faro 124
Guarda 20
Lisboa 570
Portalegre 685
Setúbal 30 866
Viana do Castelo 60
Viseu 527
TOTAL 33 146

Durante a operação foi ainda detetado:

  • Três crimes, dos quais resultaram dois detidos;
  • 51 infrações.