CDS/PP Nelas acusa Borges da Silva de “incoerência”

Em nota de imprensa que fez chegar à nossa redação, a concelhia de Nelas do CDS/PP, vem tomar posição sobre a tolerância de ponto concecida pelo presidente da Câmara de Nelas, neste final de ano :

O CDS/PP tomou conhecimento que o Senhor Presidente da Câmara Municipal de Nelas, além da tolerância de ponto dada pelo Governo,dia 26 de dezembro, vai atribuir aos trabalhadores da Autarquia, tolerância para os dias 23 de dezembro e 02 de janeiro.

Quando o nosso vereador do CDS/PP, por várias vezes solicitou ao presidente da Câmara a redução dos horário dos funcionários para as 35 horas semanais, que o Governo socialista  posteriormente veio a  conceder, o presidente da Câmara sempre afirmou, que era um contra senso o horário das 35 horas para os funcionários da autarquia, enquanto não houvesse alguns benefícios para as famílias e para os trabalhadores das empresas privadas.

Certamente que não houve benefícios para as famílias, ou até mesmo, lhe foram pedidos menos sacrifícios.

Como se entenderá esta mudança de opinião a pouco mais de nove meses das eleições autárquicas de 2017?

Queremos aqui afirmar que não somos contra qualquer direito dos funcionários da autarquia.

Somos sim contra a incoerência do presidente da Câmara do nosso concelho.

O Presidente da Comissão Política do CDS/PP

António Roque