Viseu.Investigação realizada na Escola Superior de Saúde premiada em congresso internacional

Três trabalhos de investigação realizados no âmbito do curso de Mestrado em Enfermagem de Reabilitação da Escola Superior de Saúde (ESSV) do Instituto Politécnico de Viseu foram recentemente premiados no “Congresso Internacional de Enfermagem de Reabilitação APER 2016 | II Seminário Internacional de Atualidades em Enfermagem de Reabilitação”, que decorreu de 1 a 3 de dezembro no Hotel Montebelo em Viseu.

No concurso nacional de comunicações livres, o trabalho “Impacto de um Programa de Reabilitação na Qualidade de Vida dos Indivíduos com Patologia Cardíaca”, da autoria de Fátima Marques e do professor Carlos Albuquerque, aluna e docente da ESSV, foi distinguido com o 1º prémio.

No concurso internacional de pósteres, relevo para os 2º e 3º lugares alcançados, respetivamente, com os trabalhos “Evaluación Funcional y Cognitiva de Pacientes con Enfermedad de Huntington” e “Qualidade de Vida dos Cuidadores Informais de Doentes de Huntington”, ambos com assinatura de Alexandra Dinis e Hugo Moita, alunos do curso de mestrado em Enfermagem e Reabilitação da ESSV, com orientação da professora Rosa Martins, docente desta escola superior do IPV.

A organização deste evento científico, centrado no domínio da “Qualidade de vida: A Reabilitação e Cronicidade”, foi da responsabilidade da Associação Portuguesa dos Enfermeiros Especialistas em Enfermagem de Reabilitação (APER), em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis – Brasil e a Escola Superior de Saúde de Viseu.

Mais informação do evento em: http://www.aper.pt/Geral/paginas.aspx?cod=139

* Artigo redigido ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Viseu, 13 de dezembro de 2016

Joaquim Amaral | Comunicação e Relações Públicas IPV

[email protected]

Carlos Albuquerque | Docente ESSV – IPV

[email protected]