“Vinhos de Inverno” conta com mais de 30 escritores. Sandra Leal apresenta “O Tempo Certo do Vinho”

SONY DSC

Numa organização do Câmara Municipal de Viseu, o festival  “Vinhos de Inverno” vai decorrer entre 2 e 4 de Dezembro no Solar do Dão, com a participação de mais de 30 escritores, entre romancistas, poetas, historiadores, ensaístas e cronistas. A simbiose entre o amor e o vinho vai ser a temática principal na programação dos três dias do festival que conta, entre outros, com a participação de Francisco José Viegas, Mário Cláudio, Luís Filipe Borges, Leonor Pinhão e Sónia Balacó.

A programação abre com uma conversa sobre “os amores às cidades, às suas histórias e ao seu futuro” entre Almeida Henriques, presidente da Câmara de Viseu, e o seu congénere do Porto, Rui Moreira, na companhia de Francisco José Viegas. A leitura de poesia num quarto escuro, apelidada de “Amor às cegas”, a conversa “Tomai todos e bebei”, com António Marujo, Daniel Jonas e Frederico Lourenço, e o espetáculo de poesia satírica e humor “Missa mal dita”, de Renato Filipe Cardoso, são outros pontos do programa.

Nos oito dias que antecedem o festival, o Teatro A a – Projeto OFF dará vida ao romance de Camilo Castelo Branco em diversos locais da cidade. O “Amor de Perdição” é “a obra CULTURA maior do romantismo português e faz parte do património literário de Viseu, que foi também cidade de abrigo do autor”, recordou o presidente da Câmara, Almeida Henriques, na apresentação da programação.

No total, o salão Vinhos de Inverno e o festival literário terão 40 momentos de programação ao longo de três dias, entre conversas e espetáculos literários, provas de vinhos e sabores do Dão, ateliers artísticos, apresentação de livros, ‘workshops’ vínicos, Dão ‘parties’, concertos e muita animação musical.

“O Tempo Certo do Vinho” de Sandra Leal integra o Festival

“O Tempo Certo do Vinho”, um romance da autoria de Sandra Leal, vai ser também ser apresentado no evento, no dia 4 de dezembro.Na apresentação do livro estarão presentes a própria Sandra Leal e a ilustradora Ana Moreira. Lembramos que esta obra foi dada a conhecer pela primeira vez, na última Feira do Vinho do Dão, e a narrativa decorre na vila vinhateira de Santar.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies