“Queijo Serra da Estrela à Chef” valoriza iguaria de excelência da região

Um menu criado e confecionado por sete chefes de cozinha, três dos quais com estrelas Michelin, tendo como protagonista o Queijo Serra da Estrela (uma das sete maravilhas da gastronomia Portuguesa), é a proposta do evento “Queijo Serra da Estrela à Chef”, que terá lugar no próximo dia 26 de Novembro. Promovido pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, em parceria com a Câmara de Penalva do Castelo e o Grupo Visabeira, o local não pode ser mais emblemático – Casa da Ínsua, em Penalva do Castelo.

O presidente da CIM, José Morgado, revelou que a iniciativa se insere na “estratégia de promoção de eventos e produtos de referência da região”.

“Este produto pode fazer a diferença no nosso mundo rural”, enfatizou, lembrando que, quer ao nível da produção de leite, quer da indústria do queijo, estão a aparecer investimentos importantes.

No dia 26, os chefes de cozinha vão preparar o menu, com uma componente de “showcooking”, em que cada prato será apresentado ao vivo pelo seu autor. O “sommelier” Sérgio Pereira ficará encarregado da harmonização com vinhos do Dão.

Fernando Agrasar (Corunha, Espanha), Rui Silvestre (Algarve), André Silva (Amarante) – os três detentores de estrelas Michelin -, Marlene Vieira (Lisboa), Vitor Matos (Porto), Luca Arguelles (Alentejo) e Paulo Cardoso (Penalva do Castelo), são os chefes escolhidos para a criação que promete surpreender.

Durante o dia realiza-se ainda um “workshop” sobre o tema “Queijo Serra da Estrela – da produção à comercialização” e uma prova de queijos elaborados por queijarias tradicionais.

O presidente do Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado, salientou a qualidade do Queijo Serra da Estrela, mas considerou que “é preciso fazer mais para que seja indutor de uma atratividade maior do que tem tido”.

Pedro Machado afirmou ainda que “as feiras de queijo continuam a fazer sentido, porque “são ações de dinamização económica dos territórios, mas impõe-se uma articulação entre os municípios vizinhos que as organizam, para que não se sobreponham várias no mesmo fim de semana”.