Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu tomou posse

O presidente do Instituto Politécnico de Viseu (IPV), engenheiro Fernando Sebastião, conferiu hoje (15 de novembro) posse às personalidades que passam a integrar o novo Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu (ESTGV).

O ato público, que decorreu na sala do Conselho Geral da instituição na presença da comunidade académica, surge na sequência dos resultados do processo eleitoral para a constituição do referido órgão e do despacho de homologação do presidente do IPV de 3 de novembro do ano em curso.

Depois de prestado o competente compromisso de honra e da assinatura dos termos de posse, o presidente do Politécnico de Viseu, num breve discurso, felicitou os agora empossados, formulando votos de realização de um trabalho de excelência. “O Conselho Técnico-Científico é um órgão de grande responsabilidade para os membros que o constituem e de capital importância para o pleno funcionamento da ESTGV”.

O Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPV é um órgão de gestão com mandato para um exercício de dois anos, constituído pelos representantes eleitos, em número total de vinte e cinco membros. Cada departamento, em círculo eleitoral constituído pelos seus docentes afetos, elege dois representantes ou três representantes, dependendo do número de alunos inscritos em cursos conferentes de grau. Cada área científica elege um representante. Os restantes membros são eleitos representantes, em círculo eleitoral constituído por todos os docentes da ESTGV.

O Conselho Técnico-Científico dispõe de uma mesa, constituída por Presidente, um Vice-Presidente e Secretário. Compete ao Conselho Técnico-Científico, entre outras competências, apreciar o plano de atividades científicas da ESTGV; pronunciar-se sobre as linhas orientadoras das políticas a prosseguir pela ESTGV, nos domínios do ensino, da investigação, da extensão cultural e da prestação de serviço à comunidade; propor ou pronunciar-se sobre a criação, extinção, suspensão e reestruturação de ciclos de estudos; aprovar os planos de estudos dos ciclos de estudos ministrados; pronunciar -se sobre a celebração de acordos, convénios e protocolos de cooperação com outras instituições e sobre a realização de acordos e de parcerias internacionais; propor a composição dos júris de provas e de concursos académicos; pronunciar-se sobre a criação e extinção de departamentos e áreas científicas e sobre o reconhecimento de graus, diplomas, cursos e componentes de cursos.

Os membros que constituem o novo Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu são os docentes: Luís Simões e Isabel Brás (Departamento de Ambiente), Gilberto Rouxinol e Paulo Costeira (Departamento de Engenharia Civil), António Ferreira e António Ferrolho (Departamento de Engenharia Eletrotécnica), Pedro Pinto, Victor Campos e José Bastos (Departamento de Gestão), Cristina Wanzeller e Carlos Simões (Departamento de Informática), José Vicente Ferreira e Jorge Martins (Departamento de Engenharia de Madeiras), João Vinhas e Luís Paiva (Departamento de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial), Lurdes Sousa (Área Científica de Matemática), Paulo Tomé, Cristina Matos, Cristina Barroco, António Ventura, Miguel Lima, Cristina Romão, Jorge Loureiro, Eduardo Gouveia e Joaquim Antunes (membros do órgão ao abrigo do n.º 4 do art.º 19 dos Estatutos da ESTGV).

* Artigo redigido ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Viseu, 16 de novembro de 2016

Joaquim Amaral | Comunicação e Relações Públicas IPV

[email protected]