Receção aos novos alunos enche Aula Magna do Politécnico de Viseu

O Instituto Politécnico de Viseu promoveu no dia 12 de outubro a receção aos novos alunos. Envolvendo toda a academia da instituição, órgãos representativos dos estudantes, direções de escolas e valências do IPV, a Palestra de Sapiência é o momento formal de receção e boas-vindas aos novos estudantes das escolas superiores integradas no Politécnico de Viseu.

A imponente Aula Magna foi demasiado pequena para conter o entusiasmo das centenas de jovens que lotaram por completo o mítico espaço da instituição e da cidade. A cerimónia iniciou-se com a atuação da Estudantina Universitária de Viseu, seguindo-se as intervenções de dirigentes das Associações de Estudantes das escolas superiores da instituição, Associação Académica do IPV, Federação Académica de Viseu e Tunadão 1998, tuna do IPV.informac%cc%a7a%cc%83o-ipv_79_recec%cc%a7a%cc%83o-aos-novos-alunos-3

Usaram ainda da palavra o capelão do Politécnico de Viseu, padre Geraldo Morujão; o presidente da ESEV, professor João Paulo Balula; presidente da ESAV, professor António Monteiro; o vice-presidente da ESTGV, professor João Vinhas; e o presidente do IPV, engenheiro Fernando Sebastião.

As boas-vindas aos novos estudantes, as mensagens de incentivo para um percurso académico bem-sucedido e as especificidades dos cursos foram alguns dos assuntos abordados nos discursos dos dirigentes das escolas superiores do Instituto.

Na sua intervenção, o presidente do IPV começou por felicitar os novos estudantes pelo ingresso no ensino superior e agradecer-lhes a preferência pela instituição. Realçou, com particular regozijo, os resultados alcançados este ano pelo IPV no concurso nacional de acesso “o Instituto aumentou, pelo terceiro ano consecutivo, o número de alunos colocados no concurso nacional de acesso ao ensino superior, o que demonstra a preferência crescente e reforço da atratividade do IPV e da cidade de Viseu”.

Para o engenheiro Fernando Sebastião “os resultados do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior registam o melhor desempenho dos últimos 6 anos do Instituto Politécnico de Viseu, bem como o reforço do seu posicionamento entre os 5 maiores institutos politécnicos do país quanto ao número de estudantes colocados (superado apenas pelas instituições do litoral localizados em regiões com mais população), mantendo, assim, o estatuto de primeiro do interior do país.

O líder do Politécnico de Viseu relembrou que ninguém é obrigado a submeter-se às praxes e exultou os presentes para seguirem as recomendações do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e para que impere o respeito pelas pessoas. Concluiu a sua intervenção formulando votos de plenos sucessos pessoais e académicos aos estudantes do Politécnico.

Também como é tradição, a fantástica Tunadão 1998 encerrou a sessão.

Caros(as) caloiros(as) sejam bem-vindos(as) ao Instituto Politécnico de Viseu.

Assim se vê a força do IPV!

* Artigo redigido ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Viseu, 14 de outubro de 2016

Joaquim Amaral | Comunicação e Relações Públicas – IPV

[email protected]