GNR lança alerta à população de São Pedro do Sul sobre as buscas ao alegado autor da matança de Aguiar da Beira

A caça ao homem continua no concelho de São Pedro do Sul, na sequência do assalto em Aguiar da Beira, que resultou na morte do militar da GNR, Carlos Caetano e de um cang7704198sal que se cruzou com o alegado homicida (Pedro Dias de Arouca – na foto). Dois outros militares da GNR foram ainda atingidos, num dia muito tenso e violento, que semeou o pânico na população.

A GNR fez entretanto chegar hoje às redações o seguinte comunicado : 

Relativamente aos apelos divulgados ontem pela Guarda Nacional Republicana, para que a todos os residentes das localidades de Candal, Póvoa das Leiras e Coelheira se mantivessem no interior das suas residências, a GNR informa que não será necessário manter esta medida durante o dia, podendo os residentes regressar às suas atividades diárias.  A GNR tem presente no local um forte dispositivo que pretende garantir, em primeiro lugar, a segurança de todos os habitantes.

A Estrada Nacional 326, que faz a ligação entre as localidade de S. Pedro do Sul e Arouca, está aberta ao trânsito.

Continuamos a apelar para que as pessoas se mantenham atentas, devendo em casos suspeitos ser alertada de imediato a GNR, através do número de telefone 232 467 940 ou do número de emergência 112.

O dispositivo da GNR no local, composto por militares do Comando Territorial de Viseu, reforçados por militares dos Comandos Territoriais de Aveiro e Guarda e de efetivo da Unidade de Intervenção, nas valências de ordem pública, operações especiais e cinotecnia, vai continuar as operações, no sentido de garantir a segurança das pessoas e localizar e deter o principal suspeito da prática dos crimes ocorridos na madrugada de ontem na zona de Aguiar da Beira.