“Casa das Sete Senhoras” de Tito Mouraz apresentado na Fundação Lapa do Lobo

Na passada sexta-feira, dia 07 de outubro o Auditório Maria José Cunha da Fundação Lapa do Lobo, recebeu uma vez mais o fotógrafo Canense Tito Mouraz, para a apresentação do livro de fotografia – “Casa das Sete Senhoras”.
Tito Mouraz, tem, como é sabido, uma forte ligação afetiva com a aldeia da Lapa do Lobo, de onde são naturais a sua mãe e onde sempre viveram os seus avós maternos. Tito Mouraz passou parte da sua infância na Lapa do Lobo e recorda com bastante carinho esses tempos.
Apaixonado pela imagem e pela fotogtafia analógica a preto e branco, este livro é uma vez mais um baú de memórias que se apresentam sobre a forma de rostos, de casas, de caminhos e de lugares.
A Casa das Sete Senhoras, transporta a lugares envoltos em lendas e mistérios, como o próprio fez questão de nos contar, este título surge porque em Canas de Senhorim, num lugar conhecido por Casal, existiu em tempos uma família que tinha sete filhas, conta a lenda que numa família de sete irmãs uma delas seria bruxa, e assim todas ficaram solteiras, pois o receio dos pretendentes, seria que em sorte ou azar, lhes calha-se a afortunada irmã com supostos poderes para lá da explicação e da razão.

This slideshow requires JavaScript.


A Casa das Sete Senhoras, foi já apresentada em diversos outros locais, quer a nível nacional, quer internacional, em Museus, Encontros de Fotografia, etc.
Mas o Autor não quis deixar de o fazer, também aqui junto dos seus familiares e amigos, no lugar das suas memórias.
Foi exatamente perante um Auditório completamente lotado de familiares e amigos, que o livro foi apresentado.
Dr. Carlos Torres – Presidente do Conselho de Administração da Fundação deu as boas vindas, agradecendo e enaltecendo o trabalho do fotografo e amigo Tito Mouraz, que visivelmente contente agradeceu uma vez mais o carinho de todos, e depois disto foi feita a projeção do ensaio fotográfico, acompanhado pela música do Artista – “Filho da Mãe”, resultando num momento muito marcante para todos os presentes, pela força das imagens que se movimentaram ao som de acordes brilhantemente interpretados.
Mais uma noite memorável vivida na Fundação Lapa do Lobo.

Texto e Fotos : Fundação Lapa do Lobo