Operação Verão Seguro 2016 registou 6 350 detidos

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou, na sua área de responsabilidade, cerca de 94% do território nacional, de 1 de junho a 15 de setembro do presente ano, as ações de patrulhamento e de apoio, com particular incidência nos locais de maior fluxo de pessoas e nos principais eixos rodoviários.

Neste período, típico de um aumento populacional nos locais de veraneio na orla marítima, festas, romarias e eventos de grande dimensão bem como nos principais eixos rodoviários, a GNR reforçou com 1 122 militares a sua área de responsabilidade, contribuindo deste modo para a redução de 8% da criminalidade quando comparado com igual período do ano anterior, tendo-se registado:

·       6 350 detidos em flagrante delito, destacando-se:

·       Apreensões:

o   770 armas (504 das quais de fogo);

o   15 692 munições de diversos calibres;

o   2,4 toneladas de droga (o equivalente a 8,4 milhões de doses):

Relativamente à vertente rodoviária, durante o período da Operação, e comparativamente com o período homólogo de 2015, destaca-se a diminuição do número de crimes rodoviários na ordem dos 11%. No âmbito das contraordenações, de uma forma global, foi registado um decréscimo das infrações, sobretudo de excesso de velocidade e da não utilização dos sistemas de retenção.

Relativamente ao programa Chave Direta, foram registadas 1 713 adesões dos nossos cidadãos, possibilitando assim garantir a segurança das suas residências habituais durante as férias, através da realização de ações de patrulhamento junto destas durante a sua ausência.