Abertura do ano letivo em Carregal do Sal marcada por diversas iniciativas

Receção aos professores; distinção dos Melhores Alunos 2015/2016; palestras “O Sucesso Educativo – O culto da Excelência” e “O papel de Angelina de Sousa Mendes no ato de Aristides de Sousa Mendes” e descerramento de placa de atribuição de Angelina de Sousa Mendes, no Jardim de Infância de Cabanas de Viriato

This slideshow requires JavaScript.

Antecipando o início do ano letivo 2016/2017, a Câmara Municipal realizou a habitual cerimónia de boas vindas aos professores e distinção dos melhores alunos do ano letivo transato, na manhã do dia 7 de setembro, no auditório do Centro Cultural de Carregal do Sal.
Constituída a mesa, composta por Rogério Abrantes, autarca anfitrião, que presidiu; Jorge Gomes, Presidente da Assembleia Municipal; Herminio da Cunha Marques, diretor do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal e Helena Romão (oradores convidados) e José Sousa Batista, Vereador da Educação, coube ao Presidente da Assembleia dar as boas vindas a todos lembrando que a cerimónia reflete bem a preocupação de quem gere o Concelho para com a educação. Lembrou que “no nosso concelho, temos condições materiais e humanas para um bom desempenho a nível da educação, para um trabalho sereno e organizado na procura do sucesso e da excelência.
E aproveitou para apresentar duas preocupações: as agressões brutais que continuam a registar-se nas escolas, demonstrando que “a nossa sociedade, a família mas também a Escola, seja pública seja privada, não estão a cumprir adequadamente o seu papel formativo, não estão a incutir valores de cidadania, da tolerância e da convivência social” e o facto de as crianças não chegarem à escola todas nas mesmas condições pelo que “é necessário conciliar a igualdade no acesso à escola, que felizmente já temos, com a igualdade no sucesso educativo e escolar que ambicionamos e que temos de continuar a construir” na prossecução do papel inclusivo, de integração, de cidadania e de igualdade de oportunidades que lhe está cometido”.
Logo depois realizou-se a Palestra subordinada ao tema “O Sucesso Educativo – O culto da excelência”, pelo diretor do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal. Hermínio Cunha Marques lembrou a preocupação cada vez maior com a inclusão e com os alunos com necessidade educativas especiais para alertar para a necessidade de se enfatizar também os alunos com níveis de excelência. A propósito lembrou o que acontece nos conselhos de turma, de que são lavradas atas. Aí, disse o orador, não há qualquer referência aos alunos que se distinguem em cada turma pela excelência lembrando que excelência não é só ter boas notas…
Os Melhores Alunos de 2015/2016 do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal foram depois distinguidos pela Câmara Municipal, cabendo a entrega das respetivas distinções aos elementos da mesa da sessão. Chamados por níveis e ordem alfabética crescente, os 24 alunos do 4.º, 6.º, 9.º e 12.ºano (profissional e regular) subiram ao palco para serem agraciados tendo este ano, e pela primeira vez, sido também entregue um prémio monetário aos alunos do 4.º ano. No caso de uma aluna do 12.º ano, por impossibilidade de estar presente durante a manhã, recebeu a distinção ao início da tarde, no Gabinete do Presidente da Edilidade.
Seguiu-se a intervenção de Helena Romão. Professora no Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, a oradora abordou “O papel de Angelina de Sousa Mendes no ato de Aristides de Sousa Mendes” destacando o papel de muitas mulheres na história. Referindo-se ao apoio incondicional que Angelina de Sousa Mendes deu ao Cônsul Aristides de Sousa Mendes aquando da passagem dos 30000 vistos durante o holocausto nazi, Helena Romão foi perentória ao afirmar que também ela – Angelina de Sousa Mendes – deveria ser considerada Justa Entre as Nações.
Coube ao Presidente da edilidade carregalense proceder ao encerramento da Cerimónia. Rogério Mota Abrantes começou por se referir à cerimónia em curso como um momento que “enquadra os valores da auscultação, da união e da convergência” sublinhando que “a aposta na Educação e nos nossos jovens não é um custo, mas sim o investimento louvável e desejável”. Ao afirmar que não abdicará de continuar a assumir esta postura para construir “um concelho cada vez mais moderno, inovador e inclusivo” anunciou que a Câmara Municipal é, este ano, a “entidade promotora das atividades de enriquecimento curricular, vulgarmente conhecidas por AEC”, no que conta também com “o apoio inexcedível do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal e de entidades com as quais a Câmara Municipal tem uma relação de proximidade e de excelência, como são os casos do CMAD – Conservatório de Música de Artes e Dão e do NACO – Núcleo Juvenil de Animação Cultural de Oliveirinha.”
Porque Carregal do Sal quer estar na linha da frente e tem potencial humano para tal, Rogério Abrantes referiu-se a dois momentos muito próximos em que “Carregal do Sal e o seu futuro vão ser debatidos, numa articulação sui generis e com pessoas de diversas gerações – alguns ex-alunos das nossas escolas – e que nos sítios onde estão vingaram as suas capacidades de saber, saber estar e saber fazer.” E terminou “Vamos lá que se faz tarde, pois o ano letivo já começou!”
Seguiu-se o descerramento da placa de atribuição de patrono – Angelina de Sousa Mendes, em Cabanas de Viriato, momento antecedido de um breve enquadramento pelo Vereador da Educação da Câmara Municipal, José Sousa Batista, que aludiu à congregação de vontades de 3 instituições – Câmara Municipal, Junta de Freguesia de Cabanas de Viriato e Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal – para que tal acontecesse. Convidou então um representante de cada uma destas instituições para proceder ao respetivo descerramento.

Mais informação disponível em: carregal-digital.pt/pt/articles/noticias/abertura-do-ano-letivo-em-carregal-do-sal8802

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies