Exposição “CUIDADO! ARTISTAS EM LIBERDADE” foi inaugurada na Fundação Lapa do Lobo

This slideshow requires JavaScript.

Está patente desde o passado Sábado, na Fundação Lapa do Lobo, a exposição  “CUIDADO! ARTISTAS EM LIBERDADE”  de Mário Madeira. O artista plástico de Viana do Castelo expõe pela terceira vez na galeria de exposições da FLL. Desta vez trata-se de um conjunto de 30 obras, com preços a oscilar entre 200 e 2500 euros. 

Mário Madeira marcou presença na inauguração, tendo a Curadora Cultural da Fundação, Mariana Batalha Torres, agradecido a sua presença e frisado que a vinda dos autores das obras para as inaugurações das exposições, tem sido uma opção seguida pela Fundação. “Sendo a terceira vez que aqui expõe, gostaria de salientar o seu estilo muito próprio, mas sempre com temáticas diferentes. Este espólio é uma coleção completamente nova, toda de 2016”.

Mário Madeira começou por explicar que “por regra não apresento os quadros, pois considero que a pintura fala por si e não coloco títulos, por diversas razões, pois por vezes ficam redundantes e na minha opinião limitam a imaginação de quem os visualiza”. “Nalgumas destas obras acabei por colocar títulos – frases proverbiais em Latim, muitas delas conhecidas do grande público”, referiu, justificando-o como “algo que tem a ver com uma brincadeira e quem sabe numa próxima exposição os coloque em Grego Antigo, por exemplo”.

A sua relação de “amor e ódio” com Caminha, onde reside, não foi escondida. “Não gosto de expor em Caminha, pois na última exposição que ali fiz, precisamente por não ter colocado títulos, fui apelidado de snob e presunçoso e até acusado de isto ser quase uma falta de respeito para com o público, o que não é de forma alguma o que me move, como atrás referi”, contou.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies