Feira do Vinho do Dão em Nelas, 25 anos a mostrar o Vinho, a Gastronomia e a Região

Feira do Vinho do Dão em Nelas, com a primeira edição em 1991, tinha como objetivo potenciar a posição estratégica de Nelas, bem no coração da Região Remarcada dos Vinhos do Dão.

Esta data, início dos anos 90 do século passado, também ela muito significativa no contexto da revolução de qualidade dos vinhos portugueses, tem na fundação deste evento reflexo oportuno desta era.

Mostrava a região e os seus produtos, fazendo eco da dinâmica da região, dos seus agentes, da sua evolução de conceitos, comprovando ao longo do tempo um sucesso próprio como evento e afirmando-se como um sério contributo na catalisar da indústria vitivinícola da região.

Ações como divulgação de estudos científicos, seminários de ampelografia, trabalhos vitivinícolas, provas verticais, mostras de gastronomia, workshops variados, etc, que foram ao longo destes 25 anos, em cada edição, preenchendo e valorizando o evento. O seu contributo no desenvolvimento económico, turístico e gastronomia local, tem sido um papel que se vai reforçando a cada edição.

Foi granjeando o interesse dos aficionados do vinho português, que a cada edição vão marcando presença, comprovando a importância na sua agenda de “romarias” vínicas. Os produtores de vinho, empresas do setor que vão cada vez mais marcando presença, atestam a importância que o evento vai granjeando.

As datas da realização do evento, o seu timing, são também uma oportunidade para se provar os melhores vinhos da colheita mais recente, da muito elogiada 2015, assim como tomar pulso ao que se passa, em termos vitivinícolas, nesse mesmo ano, pois as vindimas estão à porta.

A gastronomia beirã, rica de produtos e formas de cozinhar, tem crescido de importância no evento, mostrando que esta relação (vinho e gastronomia) é fundamental na valorização da região, podendo até impulsionar ideias nas estruturas de enoturismo, ferramenta de notoriedade e cativação de visitantes.

Nesta edição, comemorativa, tem como coincidência um outro atrativo. Os primeiros vinhos Dão Nobre da região que foram lançados este ano. Esta designação qualitativa mais ambicionada da região demarcada do Dão, criada em 2014 que tem como objetivo destacar os vinhos de excelência produzidos na região demarcada do Dão. Estes vinhos que terão que obter um mínimo de 90 pontos (em 100 possíveis) na avaliação da Câmara de Provadores da Comissão Vitivinícola Regional do Dão. Talvez na feira estejam outros que sejam candidatos, quem sabe!

Estes 25 anos de Feira do Vinho do Dão, coincidem com uma dinâmica da própria região vitivinícola, que conta com inúmera iniciativas de divulgação pelo país, com a sustentação e evolução da Rota dos Vinhos, com vinhos da região a afirmarem-se cada vez mais nos vários mercados, em diversos “palatos”, redes sociais, e a recuperar algum do prestígio que esteve “meio adormecido”.

É um município que respira vinho, gastronomia, história e tradição, a feira reúne todos essas vertentes, e 25 anos são sinal de vitalidade.

Manuel Moreira

Escanção