Acidente ferroviário de Alcafache lembrado no local com missa campal

Por forma a assinalar, uma vez mais, o acidente ferroviário de Alcafache realiza-se no dia 11 de setembro, domingo, uma “Homenagens às vítimas de Alcafache”, precisamente 31 anos depois do acontecimento fatídico. Este momento de homenagem decorrerá entre as 10h15 e as 12h45 na EN 234 Mangualde-Nelas ao Km 94,850 – local do acidente ferroviário. A organização é mais uma vez da COMAFA – Comissão Org. Movi. Aciden. Ferr.de Alcafache e conta com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde.

 Para este momento foram convidados vários responsáveis estatais, Corporações de Bombeiros representantes dos distritos de Viseu, Guarda e Coimbra, Liga dos B.V.P, Federação dos B.V. do distrito de Viseu, Cruz Vermelha Portuguesa, Bispo de Viseu e representante episcopal da comunidade emigrante, entre outras edilidades, familiares, amigos e o reencontro de vítimas acidentadas e ilesas.

 11 DE SETEMBRO

10h15 | Previsão da chegada ao local da cerimónia e concentração de todos os convidados e responsáveis do evento

10h30 | Deposição de uma coroa de flores junto do monumento

10h45 | Espaço de tempo para proferir algumas homilias por alguns responsáveis presentes

11h30 | Missa campal pelas vitimas e bombeiros já falecidos

12h45 | Previsão do encerramento com o hino dos Bombeiros Portugueses e o Hino Nacional

Lembramos que neste acidente estima-se tenham falecido cerca de 150 pessoas, embora as circunstâncias do acidente, e a falta de controlo sobre o número de passageiros em ambos os serviços, impeçam uma contagem exacta do número de vítimas mortais. A estimativa oficial aponta para 49 mortos, dos quais apenas 14 foram identificados, continuando ainda 64 passageiros oficialmente desaparecidos.