Autarquia de Oliveira do Hospital faz um balanço muito positivo da EXPOH

Depois de nove dias intensos que fizeram vibrar a cidade e o concelho, a EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital terminou com balanço positivo após receber milhares de visitantes entre os dias 30 de julho e 7 de agosto.

O concerto da banda HMB encerrou “em grande” a sétima edição do certame que este ano contou com nomes de peso no cartaz, delineado para cativar diferentes faixas etárias e gostos musicais – Função Públika; Anjos; Charanga; Manuel Melo e DJ Alvim; The Black Mamba; Emanuel e Boss AC – e com o natural destaque para a Gala Social e a final do concurso Soltem Talentos, duas noites em que a prata da casa ocupa o lugar principal e que são entusiasticamente esperadas pelo público concelhio. Uma animação complementada pela presença de grupos culturais e bandas do concelho que todos os dias ocuparam o segundo palco e para o término noite dentro ao som dos DJ’s.

Terminada mais uma edição da Feira Regional de Oliveira do Hospital, as entidades organizadoras – Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e a ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital – fazem um balanço positivo e já preparam a edição do próximo ano.

Para o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino, a “EXPOH foi um sucesso e teve um êxito enorme sendo, sobretudo, um ponto de encontro entre gerações”. Cumprido este objetivo, o autarca diz-se “satisfeito” e realça o conjunto de parcerias com diferentes entidades, “parceiros fundamentais” bem como a presença dos 150 expositores que contribuíram para o sucesso deste certame.

O presidente José Carlos Alexandrino sublinha ainda dois momentos “marcantes” destes nove dias de EXPOH, referindo-se à Gala Social inserida nas atividades da Expo Social e a final do Soltem Talentos, concurso municipal, e que colocam em plano de destaque “o que é nosso”: os utentes das instituições da economia social do concelho e os jovens talentos.

Notando que o concelho de Oliveira do Hospital tem uma localização estratégica que chama visitantes dos concelhos da região, o presidente do Município pretende dar ainda maior dimensão à EXPOH e nesse sentido, a organização está já a delinear a estratégia para 2017 para que se possa cumprir esse desígnio. A concluir, refere que durante os últimos nove dias, sentiu o “carinho” das pessoas que “me diziam que precisávamos disto, de uma feira como ponto de encontro e que Oliveira do Hospital nota-se que hoje é uma cidade diferente para melhor”.

Em jeito de balanço, também José Francisco Rolo, vice-presidente da autarquia e presidente da ADI sublinha que “tivemos mais visitantes e mais espetadores do que em 2015”. A feira “teve mais vida e mais pulsar” afirmando-se na região, contando com a presença de 150 expositores que foram publicamente reconhecidos pela organização, no encerramento da feira.

Para José Francisco Rolo o sucesso alcançado ao longo destas sete edições é “desafiador para o futuro, por isso temos de trabalhar ainda mais cedo” para tornar a EXPOH atrativa para os expositores, e adianta que a organização vai trabalhar num cartaz mais “apelativo e forte” para a edição do próximo ano, que deverá “realizar-se mais cedo, no mês de julho”.

Com um cartaz apelativo que trouxe milhares de pessoas ao Parque do Mandanelho ao longo dos nove dias do certame, a EXPOH e muito do potencial do concelho de Oliveira do Hospital tiveram ainda uma forte exposição mediática nas seis horas e meia de transmissão, em direto, no programa “Somos Portugal” da TVI.

Sendo uma feira de âmbito regional, a EXPOH assume-se como uma grande montra da atividade empresarial e da economia local e regional atraindo expositores do concelho e da região, capaz de conciliar a vertente de promoção da atividade comercial, de serviços e institucional com a vertente de animação reforçada num cartaz cultural e musical atrativo para o público.