São João de Monte, Carvalhas, Póvoa dos Luzianes e Caldas de Felgueira : povoações ameaçadas pelas chamas que estão incontroláveis

“Muito difícil este combate”,acaba de revelar ao nosso jornal, Filipe Guilherme, Comandante dos Bombeiros de Nelas, que face ao grande incêndio que deflagou hoje cerca das 13h na freguesia de Senhorim, lamenta a falta de meios aéreos, devido  “à simultaneidade de incêndios”, e também terrestre, para atacar as chamas. Tendo “de forma muito rápida e violenta, sem cabeça definida, abrindo diversas frentes”, este grande fogo já reduziu a cinzas alguns arrumos agrícolas e ameaçou pessoas e habitações, que foram a prioridade dos operacionais envolvidos na operação que está “longe de terminar”, como também nos adiantou  o comandante dos Bombeiros de Nelas. “É preocupante neste momento o avanço das chamas para a Póvoa de Cima, devido aos paióis de explosivos aí existentes”, mostra-se preocupado. 
“Ainda temos muito trabalho pela frente”, conclui Filipe Guilherme.
Entretanto o incêndio já passou o Rio Mondego, com as chamas a alastrarem violenta e rapidamente para o concelho de Seia.

 

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies