Operação Moto da GNR arrancou ontem

A Guarda Nacional Republicana (GNR), informa que desde ontem, dia 7 de agosto de 2016, intensificou, em todo o território nacional, a fiscalização a motociclos, direcionando as ações para as vias onde existem registos e riscos acrescidos de acidentes.

Segundo a GNR, estudos realizados sobre a sinistralidade com este tipo de veículos indicam que a probabilidade de ocorrer um acidente mortal é 3 vezes superior, quando comparado com um veiculo automóvel.

Neste contexto, desde o início do ano e até à presente data, a Guarda Nacional Republicana informa que já perderam a vida nas estradas portuguesas 33 motociclistas, correspondendo a 20% do total das mortes em acidentes rodoviários registados na área de responsabilidade da GNR.

“A maior parte dessas vítimas ocorre em contexto de despiste, com colisões associadas, em resultado sobretudo do excesso de velocidade”, sustentam.

No âmbito da operação, de forma a reduzir a sinistralidade rodoviária associada à condução destes veículos a GNR aconselha:

  • Conduza dentro dos limites de velocidade definidos por lei, sobretudo dentro das localidades;
  • Seja prudente e evite as manobras perigosas;
  • Use sempre capacete de proteção;
  • Não conduza sob o efeito do álcool;
  • Proteja-se com roupa e equipamento de proteção.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies