Acidente em Vila Chã de Sá. Médica esteve encarcerada durante quatro horas

Uma médica de 62 anos que por motivos desconhecidos perdeu o controlo do carro onde seguia, esteve encarcerada durante cerca de quatro horas, após se ter despistado no IP3 e a viatura ter caído numa ravina. O acidente ocorreu em Vila Chã de Sá, nos arredores de Viseu na segunda-feira, dia 21 de junho de 2016, cerca das 15h00.

hospital viseu 2

Não tendo havido testemunhas do acidente e por ausência de indícios do mesmo na via de circulação, a médica ficou encarcerada no veículo, escondido pela densa vegetação  local.

O filho da vítima, estranhando a demora da mãe em chegar a casa, ter-lhe-á ligado para o telemóvel. Presa no carro, a médica não lhe consegui responder. Após muita insistência, o jovem terá acionado uma aplicação de telemóvel que  localizou o dispositivo da mãe, levando a que fossem agilizadas as operações de socorro e que esta fosse encontrada, ainda encarcerada, perto das 18h45 de segunda-feira.

Assistida pelos bombeiros que procederam ao desencarceramento e por uma equipa médica do INEM, a médica queixava-se de fortes dores na anca – levando a supor a existência de uma fractura – sendo transportada para o Centro Hospitalar Tondela-Viseu, onde se encontra internada.

A GNR investiga agora as possíveis causas que estiveram na origem do despiste. Participaram nas operações de socorro 12 bombeiros, auxiliados por quatro viaturas.

In Jornal do Centro