Cancelamento Barragem de Girabolhos : Autarcas reclamam compensação para a freguesia de Senhorim

Tendo sido abordado na última reunião de Câmara, o cancelamento do projeto de aproveitamento hidroelétrico de Girabolhos motivou o protesto de todos os Autarcas de Nelas, que exigem “compensações para o município”, em virtude desta decisão causar “um prejuízo estrutural para os próximos 60 anos”, frisou o presidente da Câmara. Borges da Silva, que se tem desdobrado em contactos, fazendo lobby com os seus colegas autarcas de Gouveia, Seia e Mangualde, realçou que “este projeto estava para ser executuado há 40 anos e agora iria representar um investimento de 150 milhões em termos de construção civil,empregando no pico cerca de 1 000 trabalhadores”. “A Endesa já investiu 85 milhões de euros e temos estado em contactos para rapidamente tentar minimizar o impacto social e económico pela não execução deste complexo”, adiantou, pedindo a todos “um voto de confiança nas diligências que estamos a fazer na defesa do interesse público”.

Artur Jorge Ferreira (PSD), insistiu na ideia de que “deve existir uma compensação para Nelas e a maior fatia deverá ser direcionada para a freguesia de Senhorim, que é a mais prejudicada”. Manuel Marques defende que o presidente da Junta deverá também participar no processo, chamando a atenção que o presidente da Câmara não convocou o autarca de Senhorim para no terreno discutir a situação com os responsáveis da Endesa e do governo. Borges da Silva respondeu que “ainda não houve tempo”, tendo ainda enumerado “uma oferta social para Senhorim” como um objetivo, isto numa freguesia “muito envelhecida”.

Alexandre Borges (PS) defende também uma compensação para Senhorim, chamando a atenção,por exemplo, para a degradação das estradas motivada pelas obras, situação na qual foi corroborado por Rita Neves (PSD) e Adelino Amaral (PS).

3 comentários a "Cancelamento Barragem de Girabolhos : Autarcas reclamam compensação para a freguesia de Senhorim"

  1. Senhorim Terra Martir | 28 Abril, 2016 às 16:46 |

    Senhorim…..terra mártir e esquecida…só se fala nela …por razões que em nada a favorecem… BASTA…as pessoas são poucas, estão envelhecidas mas cada vez mais atentas…

  2. Bartolomeu | 29 Abril, 2016 às 09:21 |

    Uns jantares, uns poucos no espeto, lá caçam os votos. Com pão e bolos se caçam os tolos…Os senhores doutores compram os votos com promessas vãs

    • Ribeirinho | 30 Abril, 2016 às 10:05 |

      Concordo com o que escreve o “Bartolomeu” deixo aqui algumas correções: onde se lê poucos deverá ler-se porcos. O provérbio é “Com papas e bolos se calam os tolos.” Senhorim tem sido a terra desprezada e não vale a pena dizerem que é a terra do coração porque nada fizeram por ela, profissionais da política . Já ninguém acredita… Vale a pena vir dar um passeio por essa terra tanto de dia como de noite e verificacam do que falo.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies