Carregal do Sal. Mercado de Rua marcou as comemorações do 25 de Abril

Sessão Evocativa integrou fado de Coimbra

Carregal do Sal comemorou os 42 anos do 25 de abril de 1974.
Apostando num programa participativo, envolvente, de e para o povo, a Autarquia alterou o figurino destas celebrações sobretudo em relação à sessão evocativa que, este ano, teve um caráter menos formal.
Realizada a partir das 21horas, no Centro Cultural de Carregal do Sal, a sessão evocativa da efeméride contou com a intervenção dos representantes dos grupos parlamentares municipais do PPD/PSD e do PS, respetivamente António Óscar de Almeida e Paiva e Carlos Alexandre Pais Baptista (o CDS-PP declinou o convite por convicções pessoais); do Presidente da Assembleia Municipal, Carlos Jorge Morgado Gomes, a quem coube dar as boas vindas e do Presidente da Câmara Municipal de Carregal do Sal, Rogério Mota Abrantes, que encerrou a sessão.
Pelo meio, registaram-se momentos culturais com o Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, que apresentou um vídeo recordando momentos chave da Revolução dos Cravos, declamação de poesia e canto por alunos do respetivo Agrupamento; declamação de poesia pelo historiador e poeta concelhio, Hermínio da Cunha Marques e dois momentos musicais com o grupo de fados de Coimbra “Pardalitos do Mondego”.
Com um repertório criteriosamente escolhido para a apresentação em Carregal do Sal, e assente em poemas e música maioritariamente de Zeca Afonso e Manuel Alegre, o grupo assegurou cerca de 50 minutos da sessão evocativa com a Canção Coimbrã conquistando o público que aplaudiu, de pé, a respetiva prestação.

Êxito absoluto no Mercado de Rua

Durante o dia, o ex-libris das comemorações s foi o Mercado de Rua realizado na zona envolvente ao Julgado de Paz e Rua S. João de Deus.
Desde as 10h até às 19h, cerca de noventa participantes, entre os expositores que se apresentaram em barraquinhas próprias e casas comerciais da área que se associaram à iniciativa, colocaram à disposição dos visitantes e transeuntes artigos e produtos diversificados conferindo uma nova dinâmica e colorido àquela que é uma das zonas centrais da vila sede do Concelho.
A iniciativa abriu com arruada pelo Grupo Recreativo Zés Pereira de Oliveira do Conde e até ao final do dia sucedeu-se a animação de rua pelos Art&Manha (polícias, ardinas e saloio s). À tarde, os grupos folclóricos do Concelho designadamente o grupo de Danças e Cantares da Sociedade Filarmónica de Cabanas de Viriato; o Grupo folclórico d’Alegria de Vila Meã e o Rancho Folclórico Flores da Beira (o Rancho Cravos e Rosas, por constrangimentos de última hora, não conseguiu estar presente) demonstraram que a cultura tradicional está bem enraizada nas gentes do Concelho e atraíram milhares de pessoas num dia em que até o São Pedro esteve de maré!
O espírito de abril reinou; o povo saiu à rua e o Concelho saiu a ganhar com mais um evento que revelou ter pernas para andar!

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies