Faurecia expande-se em Nelas e contrata 140 trabalhadores

O presidente da Câmara de Nelas anunciou hoje em reunião de Câmara mais um investimento de expansão no concelho A multinacional Francesa Faurecia, que fabrica componentes para a indústria automóvel, irá avançar com um investimento que elevará o seu volume de negócios acima de 100 milhões de euros, dos quais 80% para exportação.

Borges da Silva revelou que “A Faurecia terá que ter este novo projeto a funcionar até Julho e irá contratar cerca de 140 trabalhadores, passando para uma força de trabalho de 250 pessoas”. Ao que apurámos, a realização deste investimento está relacionada com um dos seus principais clientes – a norte americana Ford.

2 comentários a "Faurecia expande-se em Nelas e contrata 140 trabalhadores"

  1. Manuel Marques | 23 Abril, 2016 às 15:10 |

    Posição do vereador Borges da Silva na reunião de câmara de 12.06.2007, quando o anterior executivo cedeu o terreno à Varziela para a deslocação da Faurécia, da Zona do Chão do Pisco, para as atuais instalações, criando mais 100 postos de trabalho.

    Naquela data, Borges da Silva, entendia que a cedência do terreno, poderia levantar dúvidas quanto à legalidade.

    Hoje, a Faurécia, vai contratar mais 140 trabalhador, Borges da Silva, faz crer que a ele se deve.

    Deixamos de uma vez por todas de trazermos os industriais para a liça politica. Esse tempo, há muito, ja deveria ter sido esquecido, só se quiserem tirar das cinzas o famigerado Jornal “Correio de Nelas.

    EXCERTO DA ATA:

    O Senhor Vereador Dr. José Manuel Borges da Silva afirmou que tem sido habitual ceder
    terrenos directamente aos industriais, que se podiam levantar dúvidas quanto à legalidade desta
    cedência e que a Câmara devia tomar algumas cautelas nesta deliberação ————————–
    —- O Senhor Vereador Dr. José Manuel Borges da Silva apresentou a declaração de voto que a
    seguir se transcreve: ——————————————————————————————

    —- – Considero, no entanto, que se justificaria no caso presente, atenta a natureza da cedência
    indirecta à referida empresa Faurécia ou EDA, Lda. que esta operação deverá ser
    acompanhada, o que se pode obter ainda, de: ————————————————————-
    —— – Parecer jurÌdico da CCDRC a garantir a regularidade e legalidade da operação; ———–
    —— – Protocolo a celebrar entre todas as entidades (C‚mara, EDA e Varziela) com conjunto de
    direitos e deveres recÌprocos.î ———————————————————–

  2. Contratou 140 já despediu mais de 50 pessoas.
    Isso é criar emprego!

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies