Mário Zambujal : um exímio contador de estórias que encantou uma plateia entusiasta

O jornalista e escritor, Mário Zambujal, marcou presença no passado Sábado no Festival Literário “Elos de Leitura”. O encontro teve lugar na Biblioteca Municipal António Lobo Antunes em Nelas.

Nascido em 1936, Mário Zambujal conta com muitos anos no exercício do jornalismo em Portugal. Trabalhou em televisão e vários jornais, como A Bola, Diário de Lisboa, Diário de Notícias e O Século, onde estava no dia 25 de abril de 1974. Foi em 1980, com Crónicas dos Bons Malandros, que se estreou como romancista, atividade que mantém até hoje. Um jornalista que escreve para se divertir, com um humor infantil, matreiro, marcado por uma linguagem ágil e cheia de um humor genuíno e fresco, e uma prosa despretensiosa e criadora de personagens que só por si constituem todo o universo ficcional (em Portal da Literatura).
A entrevista de vida a Mário Zambujal foi moderada por Pedro Vieira, colaborador do Canal Q e das Produções Fictícias, onde apresenta o programa diário Inferno. Pedro Vieira é ilustrador residente da revista LER, venceu o prémio P.E.N. Clube Português para a Primeira Obra 2012, em 2015 publicou o seu segundo romance, O Que Não pode ser Salvo e é o rosto do programa da RTP O último apaga a luz.com

IMG_1430

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies